Fazer dieta durante a gravidez causa danos ao bebê

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Todos os ginecologistas advertem as futuras mamães durante sua gravidez a levarem uma dieta saudável e equilibrada, já que disso depende, em boa medida, o bom desenvolvimento do bebê. Uma dieta insuficiente pode causar graves problemas de saúde no bebê

Durante a minha primeira gravidez, eu me preocupava muito para saber o que podia comer e o que eu deveria evitar. Em cada visita médica eu levava uma lista de perguntas e sempre algumas delas era referente à alimentação

A importância de uma boa alimentação na gravidez

fazer-dieta-durante-a-gravidez-danos-bebê A

A gestante não só deve seguir uma alimentação saudável e equilibrada, mas deve ter mais cuidados do que nunca com a sua dieta. Nada de comer em dobro, e se for possível, fazer cinco refeições por dia e em menor quantidade. 

Esses conselhos de alimentação para a gestante têm mais importância nesses dias, já que o neuropsiquiatra Javier Aizpiri, afirmou que a dieta da mãe pode ter graves consequências para a saúde do seu filho. 

Segundo o Dr. Aizpiri, um regime alimentar restrito em mamães que só pensam em não ganhar peso e em recuperar a forma física o quanto antes, é totalmente prejudicial ao bebê. 

Uma dieta baseada somente em produtos como frango grelhado, leite desnatado e frutos secos, favorecerá o desenvolvimento de complicações como a depressão, o estresse, transtornos de memória e inclusive, Alzheimer. 

Se a grávida elimina todo tipo de gordura no dia a dia, estará atentando contra a sua saúde e a do seu bebê. O corpo humano é incapaz de produzir certas gorduras e estas estão presentes somente na comida. O cérebro as necessita para raciocinar, coordenar a atividade corporal, regular o tempo de sono e vigília. Essas gorduras são os ácidos Omega 3, e desempenham um papel fundamental no bom funcionamento do sistema nervoso. Você pode encontrar essas gorduras na anchova, mexilhões, nozes, avelãs, berbigão (vulgo vôngole) e azeite de oliva. 

Uma dieta escassa, além de ser prejudicial para o bebê, fará com que a mamãe viva a sua gravidez com um estado maior de depressão, irritabilidade, cansaço e dores

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com