Idéias para estar em família e viver o Natal

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Penso que o verdadeiro núcleo do Natal é família, é reunir, sempre e quando possível, os irmãos, tios, primos, avós, amigos, para desfrutar de bons momentos juntos, compartilharem a mesa, presentes e desejos, ou inclusive uma viagem natalina. Como você passa o Natal em família? Em sua opinião, o que é o mais importante no Natal para uma família

Bons conselhos para viver o Natal em família

Idéias-para-estar-em-família-e-viver-Natal A

Em uma das entrevistas que o escritor e doutor em psicologia, Javier Urra, concedeu a Guia Infantil, aprendemos que viver o Natal em família significa, sobretudo dar e receber carinho. O Natal é um bom momento para a ternura, para compartilhar a cozinha com as crianças, para conversar, cantar e dançar com elas, contar-lhes contos natalinos, para fomentar reuniões longas e deliciosas entre todos, para compartilhar e trocar presentes, livros, músicas, e inclusive momentos de solidão ou de ‘não fazer nada’. 

No Natal, deixemos de lado as incertezas, o pessimismo e os pensamentos negativos. Deixemos de lado os ressentimentos, os problemas de trabalho, as adversidades, separações e nos centremos daquilo que é positivo. O otimismo deve ser uma obrigação ética durante o Natal, uma renovação e um renascimento dos pensamentos, das atitudes e sentimentos.

Ensinemos às crianças, desde muito pequenas, a viver o Natal de uma forma mais espiritual, com alegria, com mais sentido, longe do consumismo em conseguir o presente perfeito. As crianças são felizes quando se sentem participantes de uma família, nas tarefas que implicam o Natal, como preparar a ceia, embrulhar os presentes, preparar a mesa, escolher do que vão brincar, que canções natalinas vão cantar, decorar a árvore de Natal

O ideal em um Natal em família é reviver e redescobrir entre todos, o verdadeiro motivo pelo qual comemoramos o Natal: a comemoração do nascimento do menino Jesus

Vilma Medina
Diretora de GuiaInfantil.com