O perigo em deixar a criança dentro do carro no verão

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A gente assiste a notícias que nos colocam de cabelo em pé. São notícias que a gente gostaria que não acontecesse. Pais e mães que por imprudência ou descuido, deixam os seus filhos dentro do carro. Se, além desse fato, isso acontece no verão ou em lugares com altas temperaturas, o desenlace pode ser trágico. Tem acontecido muitos casos de morte de bebês e crianças que foram esquecidos dentro de um carro pelos pais. Os casos são tão frequentes que já existem alguns dispositivos criados para alertar aos pais que estão com crianças no banco de trás. 

Especialistas sempre estão alertando que a causa mais comum pela qual as crianças menores de quatro anos sofrem uma insolação, não é pela exposição ao sol em um parque, na praia ou na piscina, mas em deixar a criança dentro do carro.

Riscos em deixar o bebê dentro do carro

o-perigo-em-deixar-criança-dentro-carro A

Um carro estacionado ao sol seja no verão ou no inverno, se converte em um ‘pequeno forno’. Sou da geração que cresceu sem ar condicionado em carros, e, antes de subirmos no carro, meus pais tinham que ventilar o carro devidamente e inclusive a gente passeava com as janelas totalmente abertas para entrar ar fresco.

Se a temperatura exterior for de 35ºC, o interior do carro pode alcançar os 65ºC em apenas 15 minutos. Uma criança que permanece dentro do carro, sua temperatura corporal pode subir até os 42ºC na primeira meia hora. É quando a desidratação, o esgotamento produzido pelo calor corporal provoca a temida hipertermia, e pode causar a morte de uma criança ou de um bebê.  

Há quem pense que não acontece nada se você deixar as janelas parcialmente abertas, no entanto, é um grande erro, uma vez que o ar que entra não vai conseguir reduzir o aumento da temperatura.

O fato é tão grave que a gente sequer deveria conceber em deixar um bebê ou uma criança alguns minutos dentro do carro para comprarmos algo. É necessário lembrar que a capacidade de regular a temperatura do corpo é infinitamente menor em uma criança. A temperatura da criança aumenta de três a cinco vezes mais rápido do que a de um adulto, já que tem menos reservas de água. Por isso, estão mais expostas diante das altas temperaturas.

O que fazer diante de uma insolação na criança

Se a criança sofre uma insolação devido ao calor, convém:

- Tirar a roupa da criança. 

- Levá-la a um lugar fresco e com ventilação.

- Refrescar-lhe a nuca, pulsos e tornozelos com uma toalha úmida. 

- Deite-a no chão e levante suas pernas.

- Ofereça-lhe água, ou, se possível, soro oral. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com