10 dicas para que as crianças superem o calor

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando o termômetro supera os 40º C não sobra alternativa do que tirar todas nossas ‘armas anti-calor’ que dispomos: muita água, alimentos que hidratam, procurar uma piscina, sombras, uma mangueira... Pior ainda no caso das crianças, que sofrem com mais intensidade o calor.

Aqui você tem alguns conselhos para sobreviver ao calor junto aos seus filhos sem problemas. Vocês sairão imunes. Um pouco abafados, mas sadios e salvos.

O calor afeta mais as crianças

10-dicas-para-que-as-crianças-superem-calor A

Quando eu era pequena, dormia no chão. Não suportava o calor que desprendia do colchão. Além disso, buscava a área mais fresquinha da casa, e às vezes abria o refrigerador para sentir aquela brisa fresquinha no meu rosto. Eu me enchia de sorvetes e quando era possível mergulhava na piscina. Claro, se eu tivesse um ar-condicionado não teria que recorrer a tantos truques. 

Os bebês e as crianças aguentam o calor com mais dificuldade. São muito mais sensíveis às temperaturas extremas. Isso porque o seu sistema termorregulador interno ainda não está completamente maduro. Sua temperatura corporal sobe até cinco vezes mais rápido do que a de um adulto. Por isso, os pais têm que ajudá-los a sobreviver nas altas temperaturas e, sobretudo vigiar sua hidratação

10 dicas para se livrar do calor com as crianças 

Durante os dias de mais calor, os pais devem vigiar a hidratação das crianças. Para evitar insolações devemos ter sempre à mão bonés de algodão, se possível brancos ou de cores claras (que repelem o sol). Não deixe nunca o seu filho sozinho dentro do carro. É muito perigoso. Pode sofrer uma insolação. Lembre-se que somente em 10 minutos, a temperatura do carro pode superar em 10º C a temperatura exterior. Mas, além disso, seguem alguns conselhos para que o seu filho possa desfrutar do verão e do calor sem problemas:

1. Não se deve abusar do ar-condicionado, mas se o tiver, pode ligá-lo um pouco ao meio dia e antes de deitar.

2. Se não tiver ar-condicionado, nada melhor do que uma boa ducha de água fria. Isso ajudará a baixar a temperatura corporal do seu filho de forma rápida. 

3. Caso tenha piscina em casa ou possibilidade de recorrer a uma, não duvide. É onde melhor o seu filho vai estar. Com precaução, é claro. Evite com que ele se exponha ao sol nas horas de maior calor (das 10 às 15 horas) e nunca se esqueça de passar o protetor solar uns vinte minutos antes de entrar na água. Estar na água não protege contra os raios de sol. Nunca se esqueça disso. 

4. Busque uma sombra. De uma árvore, de um guarda-sol... Você pode levar consigo um guarda-sol se tiver que andar. 

5. Se você tiver dias livres e possibilidade de dar uma escapada, escolha uma área de serra ou de costa durante os dias de mais calor. Ali as temperaturas são mais amenas.

6. Esqueça as calças jeans durante estes dias. Vista os seus filhos com roupas leves e de algodão, que transpirem e os faça suar menos. Se forem de cores claras, melhor.

7. Os sorvetes refrescam e as crianças adoram! Tente fazê-los em casa: você só tem que congelar um suco de frutas.

8. Dê muita água ao filho, ainda que ele não te peça. Ele tem que beber mais, principalmente água, ainda que algumas bebidas refrescantes contenham mais sais minerais que podem ajudar a manter a criança hidratada.

9. Uma brincadeira divertida e refrescante para as crianças: brincar de sortear borrifadas de água. Se a noite for muito quente, busque um borrifador e a diversão estará garantida. 

10. Em casa você pode recorrer ao ventilador. Não refresca toda a casa, mas alivia um pouco. E se sair de casa, não se esqueça do leque. Existem os pequenos para que as crianças também possam utilizar. 

As crianças têm os seus recursos para se refrescar: pistolas de água, guerra de bexigas cheias de água, e é claro, o banho de mangueira. Tenha cuidado de não cruzar o seu caminho senão você vai acabar totalmente molhado. 

Estefanía Esteban