A pele seca nos bebês

Causas do ressecamento na pele dos bebês e tratamentos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Um dos principais problemas que a pele dos bebês enfrenta é o ressecamento. Isso nada mais é do que a desidratação da pele. A calefação no inverno e o cloro das piscinas, o ar condicionado no verão também contribui para isso. A solução não é outra senão manter a pele do nosso filho mais hidratada. 

A dermatologista Ángela Hernández Martín, médica do Hospital Niño Jesus (Menino Jesus), de Madrid, nos oferece nessa entrevista, concedida com exclusividade para Guiainfantil.com, os melhores conselhos para proteger a pele durante a infância.

Como cuidar da pele seca nos bebês

a-pele-seca-nos-bebês A

Às vezes, o aparecimento de bolinhas na pele do nosso bebê, não é devido à dermatite, mas simplesmente à pele seca. Nesse caso, é recomendável que reduza o tempo do banho (não mais do que dez minutos), e passe creme corporal. Vigie também para que o seu bebê tome uma quantidade necessária de água e use no caso da casa ter ambientes muito secos, um umidificador.

A sequidão na pele das crianças pode ser a causa do aparecimento de bolinhas, indicando alguma irritação. Como devemos cuidar da pele sensível e seca dos pequeninos

O ressecamento e sensibilidade na pele são, sem dúvida, os problemas que mais os pais consultam no dermatologista. Quando a criança apresenta pele seca a melhor coisa a fazer seria hidratá-la uma ou duas vezes por dia e ir observando e escolhendo o creme hidratante que mais convém à pele da criança, em particular.

No entanto, existem certas irritações cujo tato é áspero e com frequência se confunde o ressecamento com a inflamação da pele, por isso o efeito dos cremes hidratantes é pequeno e a criança não deixa de ter a pele inflamada por mais que a hidratemos. No caso de um ressecamento persistente que não resolve de maneira nenhuma, e que com frequência produz coceira ou ardor, mesmo sendo hidratada, deve-se consultar a um dermatologista para estudar a possibilidade de uma dermatite, independente da sequidão. Esses quadros requerem um tratamento específico que, às vezes, inclui a retirada do creme hidratante por alguns dias ou complementar com um tratamento específico. A terapia depende de cada caso e da origem do eczema ou irritação. 

A psoríase na pele dos bebês

A psoríase é uma doença cutânea que também afeta as crianças. O que podemos fazer para melhorar o prognóstico da psoríase na infância? 

A psoríase é uma doença causada por diversos fatores, onde influencia a genética e determinados fatores ambientais que desconhecemos, e se não descobrirmos o que está promovendo a psoríase, não iremos poder fazer nada para evitá-la.

Enquanto a dermatite atópica tende a melhorar ou desaparecer quando a criança alcança a adolescência, isso não acontece com a psoríase, pois será uma doença que a criança manifestará durante toda a vida. Vai passar por bons e maus momentos, e essa doença deve ser tratada com as ferramentas que sejam consideradas razoáveis para cada caso. É possível que, durante a idade adulta, tenha que utilizar imunossupressores ou tratamentos biológicos já disponíveis há alguns anos e que estão melhorando muito a qualidade de vida desses pacientes e a sua doença.