A impactante luta contra o câncer de uma menina de quatro anos

Vilma Medina

Vilma Medina

Existem imagens que pousam delicadamente sobre o coração. Outras provocam incredulidade, assombro, inclusive inquietação. E existem fotografias surpreendentes como esta. Diante dessas últimas é impossível não impactar. 

As impactantes imagens da luta contra o câncer de uma menina de 4 anos

a-impactante-luta-contra-o-câncer A 

(Fotografia de Andy Whelan)

Comovente, brutal, emocionante. Assim é esta imagem, e assim é a luta de Jessica contra o câncer. A pequena guerreira, aos seus quatro anos contra um câncer terminal. Há mais de um ano ela trava uma batalha contra a doença... 

Todos nós imaginamos como deve ser duro para uma criança. Mas, nunca tínhamos sentido dessa maneira. As imagens do dia a dia da pequena, capturadas pelo seu pai, Andy Whelan, nos golpeiam com força. 

Num momento de desolação e tremenda dor da pequena, seu pai, incapaz de encontrar consolo, pegou sua câmera de fotos. Foi instintivo. Andy, eletricista de profissão, adora a fotografia. Talvez porque encontre nela a única forma de retratar suas emoções. E, naquele dia, em que Jessica gritava de dor, Andy quis gritar com ela, mas não podia... Assim que deixou sua câmera expressar a dor que sentia, e essa amarga sensação de impotência... 

A fotografia viralizou. Nunca antes se havia retratado a dor dessa maneira. Nunca de tão perto. O próprio Andy reconhece: ‘Essa é a fotografia mais difícil que fiz em toda minha vida’.

a-impactante-luta-contra-o-câncer-2 A 

Jessica passa por momentos difíceis, mas também por pequenos momentos de tranquilidade. A câmera do seu pai lhe segue em cada um dos seus dias, dos seus minutos. Busca um olhar, um sorriso, fugaz, e esse espírito lutador que acompanha a pequena em cada momento.

Os médicos têm feito todo o possível. A Jessica, segundo a ciência, tem poucas semanas de vida. Andy, o pai da pequena, decidiu criar uma página no Facebook com todas essas fotografias. Não quer incomodar a ninguém, diz, nem tão pouco buscar sensacionalismo. ‘Só quero retratar a parte mais obscura dessa doença em crianças, essa parte que tantos e tantos tentam ocultar’.  

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com

Principais tipos de câncer infantil

Principais tipos de câncer infantil

Câncer infantil. O caminho mais curto para a cura ainda é o diagnóstico precoce. Câncer é uma doença que provoca o crescimento desorganizado e divisão rápida e incontrolável das células de um organismo.

Salsichas e Hambúrgueres processados são declarados cancerígenos

Salsichas e Hambúrgueres processados são declarados cancerígenos

Hambúrgueres, salsichas, presunto, bacon. Todos eles passam pela lista negra dos alimentos cancerígenos. A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou que esses produtos são cancerígenos para humanos, ou seja, que aumentam o risco de sofrer de câncer.

Como combater o câncer de pele desde a infância

Como combater o câncer de pele desde a infância

Existem doenças que podem ser prevenidas desde a infância. Assim é o câncer de pele. Todos os anos várias campanhas contra este tipo de câncer têm sido amplamente divulgadas com intuito de sensibilizar pais, crianças e adolescentes para que tomem sol com precaução, proteção e em horários adequados.

Câncer infantil: Retinoblastoma

Câncer infantil: Retinoblastoma

Há alguns anos recebemos a triste notícia de que a filha pequena de uns amigos tinha sido diagnosticada de câncer. Um retinoblastoma no seu olho esquerdo. A criança não tinha nem um ano de idade, e já teria que passar por duas fases de quimioterapia, e, é claro, isso nos abalou a todos, mas principalmente à sua linda família.

A relação da salsicha e o câncer infantil

A relação da salsicha e o câncer infantil

Estudo indica que as crianças que consomem salsicha com frequência podem desenvolver leucemia ou tumores cerebrais. É difícil a criança que não goste de um cachorro-quente. Além de prático é delicioso e agrada pessoas de todas as idades. Tem gente que gosta ainda de usar salsicha nos lanches ou até mesmo em almoços.

0 comentarios