Câncer infantil: Retinoblastoma

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As estatísticas sobre os casos de câncer não são nada animadoras. Os casos de câncer aumentam, e ainda que esta doença parecesse afetar somente aos adultos, a cada dia se conhecem inúmeros casos entre crianças. Antes, muitos pais viviam o problema fechados no núcleo familiar. Hoje buscam informações, associações e, sobretudo apoio e ânimo. 

Há alguns anos recebemos a triste notícia de que a filha pequena de uns amigos tinha sido diagnosticada com câncer. Um retinoblastoma no seu olho esquerdo. A criança não tinha nem um ano de idade, e já teria que passar por duas fases de quimioterapia, e, é claro, isso nos abalou a todos, mas principalmente à sua linda família. Hoje, após alguns anos, a criança se encontra perfeitamente bem. Ela perdeu um pouco da visão do olho doente, mas se adaptou muito bem ao tratamento e continua como se nada tivesse acontecido, mas sempre em observação. 

O que é o retinoblastoma

câncer-infantil-retinoblastoma A 

Casos semelhantes a este também têm acontecido em todo o mundo. Mas, o que dizer aos pais de uma criança doente de câncer? Acredito que as demonstrações de esperança e de apoio são bem vindas nestes casos, mas no final das contas ninguém pode fazer nada além disso, e seguir com o tratamento e se vestir de muita força e ânimo. Se você estiver passando por um problema similar e se isso te serve de ajuda, talvez este testemunho que uma mãe nos enviou possa servir de consolo e esperança: 

'Eu também tive retinoblastoma. Fui detectada aos 22 meses e com 25 meses me fizeram uma enucleação (retirada do globo ocular). Sem dúvida, minha mamãe e papai sofreram muito, mas sobre isso eu não posso falar porque não me lembro, mas aqui está alguém como prova viva de que a sua criança vai melhorar. Hoje eu já tenho 22 anos e tenho uma vida normal. Em algumas ocasiões não foi tão fácil porque tive que usar uma prótese e tive que enfrentar pessoas más, mas Deus me deu uma família que me ama, assim como sou e me deram a confiança e a força para ser normal, assim que todas vocês que estão enfrentando uma situação semelhante, ânimo e fé. ’ 

Se o seu filho foi diagnosticado com retinoblastoma, não se desespere. É uma doença na qual se formam células cancerosas nos tecidos da retina que pode se apresentar em qualquer idade, ainda que com maior frequência nas crianças menores de 5 anos de idade. Pode ser hereditária (se atingir os dois olhos) e não hereditária (somente em um olho e curável. 

Entre os sinais possíveis desse câncer inclui pupila branca e dor ou vermelhidão na parte branca dos olhos. O diagnóstico se faz através de diferentes exames na retina: ecografias, exame físico, ressonância magnética, etc. Quanto ao tratamento dependerá de cada caso. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com