Vick Vaporub: Um risco para a saúde dos bebês

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quem nunca usou o creme Vick Vaporub alguma vez? Pois agora alguns cientistas dizem que este unguento caseiro, que serve para aliviar mal estares da gripe, agora poderia provocar inflamação importante das vias respiratórias, principalmente se usado em crianças com menos de 2 anos de idade. 

Estudo sobre o uso de Vick Vaporub nas crianças

vick-vaporub-um-risco-saúde-bebês A

A pesquisa foi feita por estudiosos do Departamento de Pediatria da Universidade Wake Forest (EUA), depois que um bebê de 18 meses tinha desenvolvido problemas respiratórios graves depois que foi aplicado Vick Vaporub diretamente no seu peito e nariz. Inclusive foi descrito o caso de um bebê no México que morreu umas horas depois que a mamãe lhe aplicara o produto no peito e nas costas. 

Ao testar o produto em animais que compartilham um sistema respiratório similar ao dos humanos, observou-se que se produziu um efeito contrário ao esperado. A produção de mucosidade aumentou quase 60% e a capacidade do muco se desfazer se reduziu em 36%. 

O estudo confirma o que diz a bula de Vick Vaporub. Este fármaco não deveria ser usado em crianças menores de dois anos porque existem riscos de que isso provoque mais problemas respiratórios dos que pretende solucionar. O descongestionante à base de cânfora, óleo de eucalipto e mentol pode provocar inflamação das vias respiratórias e estimular a produção de catarros, que se acumulam na traquéia impedindo a passagem normal do ar.  

Tudo isso não quer dizer que este produto desenvolvido há mais de um século não seja seguro nem eficaz. Não se questiona a sua qualidade. Os pesquisadores alertam somente para que as indicações da bula do produto sejam seguidas. E que tanto o uso desse fármaco como de outros que se pode ser comprado nas farmácias sem receita médica, não seja aplicado em bebês sem antes consultar a um médico. Até os dois anos de idade, os bebês não apresentam maturidade pulmonar. 

Nos primeiros dois anos, os pediatras recomendam utilizar somente soro salino (soro fisiológico), ou do uso de um aspirador nasal de borracha que suga o líquido de dentro do nariz do bebê sempre com cuidados com a idade do bebê, além de dar bebidas quentes e sopa de frango para aliviar a congestão nasal nos bebês

Ainda que sempre tenha utilizado este bálsamo na minha filha até hoje ela nunca apresentou nenhum dos efeitos secundários (colaterais) relacionados pelos pesquisadores como são os problemas de broncoespasmos ou reações alérgicas

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com