Como ensinar a criança a assuar o nariz

Conselhos para que nossos filhos aprendam a expulsar os mucos

Vilma Medina

Vilma Medina

Se existe uma ação rotineira e que os adultos vêem como algo muito simples é assuar o nariz. Quando estamos resfriados, quando existe alguma coisa no nariz que nos incomoda, quando causa coceira, quando temos alergia... Que mistério tem em pegar um lenço e expulsar mucos do interior do nariz? 

A priori, isso não implica em nenhuma dificuldade, mas para uma criança tudo é um aprendizado contínuo, e conseguir fazer força com o nariz sem causar danos e poder expulsar mucosidades é algo que leva tempo. 

Conselhos para ajudar a criança a assuar o nariz sozinha

como-ensinar-a-criança-assuar-o-nariz A

Quando queremos que nossos filhos aprendam a assuar o nariz, a primeira coisa que temos que fazer é nos armar de paciência, já que é algo que ainda que pareça simples não é tão fácil para as crianças.

Para começar, temos que ter claro que as crianças não conseguem entender com facilidade o conceito de ‘soprar’ pelo nariz para expulsar o que existe no seu interior, e que se forçarem muito poderiam até causar danos. Além de controlar esse exercício, também é necessário que saibam como movimentar os dedos com o lenço para extrair as mucosidades e posteriormente limpar a região.

Passos para que o seu filho aprenda a assuar o nariz

- Aprender a soprar. As crianças têm que ter claro que o que devem fazer é soprar com ambos os orifícios do nariz. Um truque é praticar com elas expulsando primeiro o ar pela boca, para depois mostrar-lhes como se faz da mesma forma com o nariz. Além disso, se os pais ensinarem os filhos quando estiverem saudáveis, com certeza conseguirão expulsar os mucos quando estiverem resfriados

- Os orifícios nasais: Ainda que algumas crianças assuem o nariz com os dois orifícios ao mesmo tempo, devemos ensiná-las que essa ação poderia inclusive tapar os ouvidos delas em determinado momento. Para que isso não aconteça é preciso que a gente as ensine a revezar cada um dos lados do nariz tapando-os com os dedos e soprando pelo lado contrário. 

- O movimento do lenço: Saber utilizar o lenço em questão é tão importante quanto limpar o nariz. Para ensiná-las, a primeira coisa é que aprendam a mover os dedos como se fosse uma pinça, com o dedo indicador e o médio em contraposição ao polegar.

- A limpeza da região: é tão importante aprender a assuar o nariz como o fato de que a mucosidade seja de todo expulsa e não fique nem a boca nem a parte e fora do nariz com fragmentos dos mucos. O último passo que temos que dar com os nossos filhos é o que termina com o aprendizado da limpeza do rosto para que não fiquem mucos. 

Marta Marciel

Redatora de GuiaInfantil.com

Catarro nas crianças e nos bebês

Catarro nas crianças e nos bebês

O catarro é um sintoma que indica que a criança tem uma gripe ou resfriado. Catarro é uma mistura de proteínas, água e restos celulares produzidos pela mucosa para proteger as vias aéreas. Sua função é filtrar o ar que respiramos que normalmente é infectado por bactérias e outras impurezas.

Por que o nariz das crianças sangra?

Por que o nariz das crianças sangra?

As hemorragias nasais são algo comum nas crianças entre três e dez anos, e na maioria dos casos é um problema que termina por si só com o passar do tempo. Não deve ser uma circunstância que mostre gravidade.

Receita para os resfriados das crianças

Receita para os resfriados das crianças

Tosse, espirros, mucos, coceira na garganta e mal estar geral. Esses são alguns dos sintomas que nos trazem dor de cabeça quando os vírus colonizam nossas vias respiratórias. Estima-se que as crianças sofrem por volta de oito resfriados ou catarros por ano.

Corpos estranhos no olho, nariz ou orelha da criança

Corpos estranhos no olho, nariz ou orelha da criança

As crianças podem meter qualquer coisa, uma folha, uma migalha de pão ou uma simples bolinha pelo seu nariz ou orelha. Muitas vezes é algo acidental como acontecem com os cílios, os insetos ou o pólen de uma flor, mas em outras vezes acontece através da curiosidade.

0 comentarios