Por que o nariz das crianças sangra?

Causas, precauções e remédios para acabar com a hemorragia nasal nas crianças

Vilma Medina

Vilma Medina

As hemorragias nasais são algo comum nas crianças entre três e dez anos, e na maioria dos casos é um problema que termina por si só com o passar do tempo. Não deve ser uma circunstância que mostre gravidade. 

As hemorragias no nariz podem ser produzidas por qualquer queda, ou também podem ser provocadas por diferentes tipos de alergia e por respirar ar demasiadamente seco. O clima seco tende a ressecar e irritar as mucosas nasais, algo que produz incômodo e coceira na criança, que, ao se coçar ou tentar tirar a crosta criada produzirá a hemorragia nasal.

A hemorragia nasal em crianças mostra gravidade?

sangramento-nariz-criança A

A princípio, se tivermos um filho com hemorragias nasais não deveria significar um problema maior, mas se o sangramento é muito contínuo e acontece de maneira frequente, seria conveniente consultar com o pediatra para conhecer de onde pode vir o problema. 

Existem dois tipos de hemorragias nasais, a anterior e a posterior. A denominada anterior é a mais frequente nas crianças e se produz na parte dianteira do nariz, precisamente com o rompimento dos vasos sanguíneos que recobrem o nariz. A posterior se produz na zona de trás do nariz, chegando inclusive o sangue baixar para a garganta, mas é muito raro que esse tipo de hemorragia aconteça em crianças. 

Como prevenir as hemorragias nasais nas crianças

Não é difícil remediar as hemorragias nasais nas crianças e tomando algumas precauções, é possível frear o problema. 

A primeira coisa é fazer com que a criança tenha sempre as unhas bem curtas, para evitar lesões nos capilares do nariz ao futucá-lo. Também deveria procurar ter sempre o nariz da criança úmido, seja utilizando uma solução salina ou mantendo os orifícios bem hidratados com creme ou pomada. 

Se a criança tem uma propensão em ressecar muito o nariz, a umidade do ar deveria ser controlada dentro de casa com um umidificador de vapor frio para que não aconteçam as hemorragias nasais.

O que fazer diante de uma hemorragia nasal em uma criança?

Antes e tudo se deve ter calma, porque ainda que as hemorragias nasais sejam muito escandalosas, não se deve gerar um estado de alarme, pois isso deixaria a criança ainda mais nervosa. 

Nunca incline a cabeça da criança para trás, sempre ligeiramente para frente. Além do que se deve exercer pressão com um lenço, guardanapo ou papel na parte dianteira do nariz durante dez minutos para estancar a hemorragia. É importante que não se libere a pressão antes dos dez minutos, pois a hemorragia poderia recomeçar. 

Não é recomendável introduzir papel, gases ou algodão no interior do nariz quando acontece uma hemorragia nasal, pois ao secar-se e logo retirá-lo poderia provocar de novo outra hemorragia. 

Diego Fernández

Redator de Guiainfantil.com

Uma casa segura para os bebês e as crianças

Uma casa segura para os bebês e as crianças

A segurança das crianças começa dentro do lar. A ocorrência de acidentes domésticos é um ponto a se atentar. O interior dos lares é onde se registra o maior número de lesões, principalmente nos períodos de férias ou feriados. Como ter uma casa segura para bebês e crianças.

Catarro nas crianças e nos bebês

Catarro nas crianças e nos bebês

O catarro é um sintoma que indica que a criança tem uma gripe ou resfriado. Catarro é uma mistura de proteínas, água e restos celulares produzidos pela mucosa para proteger as vias aéreas. Sua função é filtrar o ar que respiramos que normalmente é infectado por bactérias e outras impurezas.

Kit de Primeiros Socorros para crianças

Kit de Primeiros Socorros para crianças

Primeiros socorros na família. As quedas ou queimaduras de uma criança devem ser tratadas de imediato. Para evitar surpresas, é sempre bom ter em mãos um kit de primeiros socorros que deve ser o mais completo possível. Após os cuidados imediatos é bom procurar orientação médica.

Ferimentos. Primeiros socorros em crianças

Ferimentos. Primeiros socorros em crianças

As feridas da pele são causadas por cortes, erosões ou lesões como resultado de acidentes domésticos ou quedas. Podem assustar as crianças devido ao sangramento, mas se forem tratadas adequadamente diminuem os riscos de infecção e de cicatrizes feias.

0 comentarios