A vacina da gripe para bebês e gestantes

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A vacina contra a gripe é indicada para bebês e crianças e é a primeira recomendação para proteger a saúde. Quando começa o outono ou se viaja para países mais frios, os vírus que afetam as vias respiratórias começam a marcar território. As mudanças de temperatura ao passar de lugares abertos a lugares mais quentinhos ou vice-versa, provocam o esfriamento das mucosas nasais, o que favorece a entrada dos vírus no organismo. 

Quem deve se vacinar da gripe?

a-vacina-da-gripe-para-bebês-e-gestantes A

O vírus da gripe ‘comum’ ou sazonal é um vírus mutante que se transforma a cada ano. Contrair o vírus da gripe, que é muito contagioso, é muito fácil. Uma vez que ele tenha penetrado no seu organismo causa febre, dor nas articulações, mal estar geral, tosse, rinite, dor de cabeça. Para combatê-lo se recomendam analgésicos e permanência na cama em repouso até a melhora dos sintomas aos 7 ou 10 dias.  

No entanto, algumas pessoas que não tem um sistema imunológico forte podem sofrer complicações, sobretudo se sofrem de doenças crônicas. Por este motivo e como melhor forma de prevenir a gripe se recomenda que todos os bebês de 6 meses em diante recebam a vacina contra a gripe, especialmente as crianças menores de 5 anos. 

A vacina antigripal é recomendada especialmente para os menores de 2 anos e maiores de 6 meses. Além disso, a vacina antigripal também é recomendada para as gestantes ou que esperam engravidar na temporada de gripe e para as pessoas que cuidam de crianças menores de 6 meses, entre elas as mulheres que estão amamentando.

No entanto, algumas pessoas têm maior probabilidade de contrair a gripe ou ter uma infecção grave se a contraírem. Este é o caso das pessoas que sofrem de asma. A asma é uma das doenças crônicas mais comuns que afeta tanto crianças quanto adultos (300 milhões de pessoas). No Brasil estima-se que tenha cerca de 20 milhões de asmáticos. , sendo um problema mundial de saúde e acometendo cerca de 300 milhões de pessoas. Estima-se que no Brasil existam aproximadamente 20 milhões de asmáticos. Calcula-se que na Espanha a qualidade de vida de mais de 3 milhões de pessoas são afetadas pela asma. A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas e se calcula que 40% dos asmáticos podem ser não diagnosticados. 

Marisol Nuevo