Quando a criança tem asma

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os pediatras pedem uma maior consciência aos pais sobre a necessidade de controlar melhor a asma dos seus filhos, para evitar que essa doença, assim como os seus sintomas e consequências, represente riscos para a saúde dos pequenos. 

Uma consulta e um diagnóstico médico são importantes e necessários para que a criança com asma possa receber um tratamento adequado e assim levar uma vida normal como as demais crianças. 

Como se trata a asma nas crianças

quando-a-criança-tem-asma A

Um possível tratamento de asma é necessário quando a criança:

- Apresenta tosse recorrente, especialmente à noite, e acompanhada de chiados no peito e dificuldade para respirar

- Apresenta dificuldade para respirar e chiado no peito durante ou depois de praticar exercícios físicos. Aproximadamente 85% das crianças tem esse problema; 

- É particularmente sensível aos animais, pó caseiro, pólen, mofo e fumaça de cigarro

- Está predisposta a sofrer de asma devido a fatores hereditários; 

- Apresenta constantes quadros gripais e de infecções respiratórias como bronquite, pneumonia, etc.;

- Apresenta alteração respiratória devido às mudanças bruscas de temperatura, particularmente em temperaturas frias; 

- Apresenta respirações rápidas e profundas durante uma resposta emocional; 

Para que uma criança asmática consiga desfrutar de uma boa saúde, a Associação Espanhola de Pediatria de Atenção Primária (AEPap), recomenda que haja cooperação entre o paciente e o seu médico, que se identifique e reduza a exposição das crianças a fatores de risco: que estejam atentos, tratem e monitorem a asma; e que a criança e os pais saibam reagir diante de uma crise de asma. 

Além disso, cada paciente deve ter um tratamento personalizado por escrito, tomar os medicamentos prescritos pelo médico, conhecer e evitar os fatores que possam desencadear a crise de asma. 

A educação sobre a asma e o seu tratamento deve ser realizada em todos os níveis. Os pais, por exemplo, devem assegurar que os seus filhos, inclusive os que sofrem de asma, que levem uma vida saudável, sem estar expostas a desencadeadores como a fumaça de cigarro, etc. Se o seu filho for asmático e você quer saber se o seu quadro médico está sob controle, existem algumas situações que poderão confirmar este estado: 

- A criança não tem sintomas de asma como tosse pelas manhãs e ao correr ou praticar uma atividade física constante; 

- A criança dorme bem sem se despertar durante as noites; 

- A criança não necessita utilizar medicação de alívio como broncodilatadores ou outros; 

- A criança não apresenta nenhum ataque ou crise de asma; 

- A criança pode realizar atividades esportivas e de tempo livre, sem limitações. 

Os pediatras são os únicos que podem diagnosticar a asma. Só ele poderá identificar as causas da asma, ou seja, se é fruto de uma alergia, ou das reações às mudanças de temperatura, etc., e assim determinar o tratamento adequado. Por isso, é muito importante que sempre consulte ao médico sempre que a criança apresentar algum sintoma. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com