Tomara que o meu filho não fique doente na creche

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Muitas mães nos confessam que já estão cansadas, que quando levam o seu filho à escola ou creche, eles começam a ter catarros, resfriados e gripe. E acabam se contagiando com toda sorte de vírus possíveis.

Eu as entendo perfeitamente porque com a minha família aconteceu o mesmo, quando a nossa filha, pequenina, começou a ir para uma creche. O contato com outras crianças não somente as contagiava com vírus, mas também os traziam para casa e para nós. O que se pode fazer para evitar isso?

Os novos ‘amigos’ das crianças

tomara-que-o-meu-filho-não-fique-doente-creche A

A metade das crianças que vão à creche, assim como um terço dos pré-escolares e dos que vão à escola são vítimas da gripe. Por isso, a importância de vacinar o filho (a partir dos seis meses de idade) contra a gripe e pelo menos até que cumpram cinco anos de idade. As creches, assim como as escolas são focos de contágio. Basta que uma criança pegue uma gripe para que todas as demais também se contagiem.

Cuidados com os bebês nas creches

Não é só a gripe que as crianças pegam nas creches. Elas também podem pegar conjuntivite, otite, gastrenterite e outras doenças como a varicela, o sarampo, além de alguns problemas de pele. Entre os vírus, o da gripe pode ser o que mais produza contágio. Entre as bactérias, o estreptococo beta hemolítico do grupo A e o pneumococo são os mais frequentes. E entre os parasitas, os piolhos são os que mais contagiam as crianças. 

O que se pode fazer para evitar que as crianças peguem de tudo na creche? Em primeiro lugar, deve-se estimular a vacinação das crianças para as doenças que existam vacinas. Vacinas contra a gripe, a varicela, rubéola, papeira, sarampo e hepatite A e B. Tanto o pessoal da creche como os pais devem vigiar a saúde e a higiene das crianças e tomem precauções quando detectarem que uma criança estiver doente. É importante que haja uma higiene rigorosa e que as crianças recebam cuidados médicos na creche. Existem doenças como a varicela, o sarampo e a conjuntivite, por exemplo, em que as crianças deverão deixar de ir à creche até que o período de contágio passe. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com