As 10 perguntas mais frequentes dos pais sobre os piolhos

As respostas às principais dúvidas dos pais sobre os piolhos

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Existem muitas dúvidas e muitos mitos relacionados à prevenção e ao tratamento para eliminar os piolhos e as lêndeas. E é muito normal que essas questões passem pela cabeça dos pais quando percebem que no cabelo dos seus filhos têm piolhos e lêndeas. 

O que fazer nesses momentos? Como tirar os piolhos e as lêndeas? Meu filho tem piolho porque lhe falta mais higiene? Essas são algumas das muitas dúvidas que os pais têm. 

Os piolhos não aparecem por falta de higiene

Dúvidas sobre os piolhos nas crianças

1. Como acontece o contágio com os piolhos? 

Os piolhos não aparecem porque a criança não lava bem a cabeça. Os piolhos aparecem pelo contágio de uma cabeça infestada para uma cabeça sã, deslocando-se rapidamente (e não voando nem pulando como se pensa) ou através do compartilhamento de objetos com pente, bonés, gorros, escovas, roupas, etc. 

2. É possível se pode prevenir de uma infestação de piolhos? 

Sim. A melhor forma para prevenir o aparecimento de piolhos é manter uma vigilância da cabeça as crianças. É importante, especialmente quando souber de algum surto de piolhos na escola da criança, que se inspecione bem sua cabeça, se possível utilizando um pente extrator de piolhos e lêndeas. Os repelentes de piolhos também são muito eficazes nesse sentido. 

3. Como saber se uma criança tem piolhos? 

O primeiro sinal que pode indicar que a criança tenha piolhos é quando a criança se queixa continuamente que a cabeça está coçando e que por isso se arranha insistentemente. Outro sinal é quando se inspeciona a cabeça e se nota a presença dos piolhos e lêndeas.  

4. Por que se diz que temos que detectar os piolhos o quanto antes? 

Os piolhos são muito incômodos porque causam muita coceira na cabeça das crianças. Ao se coçar continuamente, podem produzir irritação e inclusive inflamação do couro cabeludo. Além disso, se demorar em detectar os piolhos pode-se produzir uma infestação massiva que, quanto maior, mais difícil será para os pais o resultado do tratamento. 

5. Se um filho tem piolhos e o outro não, que cuidados devo ter para evitar uma nova infestação de piolhos? 

Primeiro se deve evitar o contato de cabeça das crianças. Logo inspecionar, peças de roupa, assim como toalhas, bonés, que possam ter compartilhado. Sempre que for possível, deve-se lavar a roupa da criança infestada a uma temperatura superior aos 60 graus. Quanto aos brinquedos e bichinhos de pelúcia infestados, devem ser fechados hermeticamente numa sacola por 48 horas. Os piolhos morrerão asfixiados. Quando aos pentes, presilhas, escovas, o melhor é submergi-los em água fervente. 

6. A criança tem que deixar de ir ao colégio por causa dos piolhos? 

Não existe razão para que a criança não possa ir à escola. Uma vez realizado o tratamento, a criança poderá ir à escola. É importante que os pais avisem ao colégio do caso do seu filho, para evitar mais contágios.

Os piolhos infestam mais as meninas

7. Por que se deve repetir o tratamento? 

É muito importante repetir o tratamento para assegurar que se eliminaram todos os piolhos e lêndeas. Pode ser que na cabeça da criança tenha ficado alguma lêndea e com isso é suficiente para que nasçam e se reproduzam mais piolhos. 

8. Quando se pode dizer que um tratamento está completo?

Um tratamento é considerado completo quando se obedece a suas etapas. Em geral, os tratamentos consistem na aplicação de uma loção (de 10 a 15 minutos) com um lenço em cima. Logo após se deve lavar o cabelo com um xampu especial (durante 3 a 5 minutos). Após deixar secar o cabelo ao ar livre, sem secador, e utilizar o pente extrator para tirar os piolhos e lêndeas mortas.  

9. Os piolhos dão mais meninos ou meninas? 

Os piolhos tem mais preferência pelos cabelos das meninas, não porque são mais compridos, mas pelas brincadeiras que costumam realizar, em que estão mais juntas e abraçadas, e compartilham mais objetos como presilhas, pentes e escovas. 

10. Por que os piolhos voltam? 

Os piolhos podem voltar por dois motivos. Primeiramente porque o tratamento não foi aplicado como devia, ou seja, que os pais não seguiram totalmente as recomendações na aplicação dos produtos. Segundo porque existem crianças que têm mais predisposição a ter piolhos pela sua composição sanguínea. O mesmo ocorre com os mosquitos, que picam mais algumas pessoas que outras.