Causas e prevenção do câncer infantil

Como se pode evitar o câncer nas crianças

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

São muito poucos os cânceres que se herdam geneticamente. Normalmente, quando os pais tomam conhecimento que seu filho sofre de câncer, gera-se uma situação de medo, de assombro, de impotência e desconcerto. Uns se perguntam por que seu filho tem essa doença, tentando uma justificativa. Outros se sentem culpados ou responsáveis pelo que está ocorrendo ao seu pequeno. E são muitas as reações que se observam quando se confirma o diagnóstico do câncer. Apenas 5% dos cânceres são herdados dos pais para filhos.

Quais são as causas e prevenção do câncer infantil

As causas principais do câncer nas crianças

Ainda que as pesquisas e os estudos sejam constantes, as causas do câncer na infância não são conhecidas. Em razão disso, não existem métodos eficazes para prevenir essa doença, o que se faz necessário um diagnóstico precoce da doença.

Fatores ambientais que favorecem o câncer nas crianças

Ainda não existe uma causa específica para o câncer. O que existem são suspeitas de algumas situações que podem aumentar o risco de sofrer essa doença. No caso das crianças estarem em ambientes carregados de fumaça (cigarro, etc.), ser filho de uma mãe que consome drogas ou que se expõe a raios X durante a gravidez, ou ser portadora do vírus da hepatite B, assim como estar exposta a outras situações, estão mais propensas a sofrer um câncer.

Pode-se prevenir o câncer?

Na realidade não existe uma receita nem uma fórmula que garanta a uma pessoa que nunca sofrerá de um câncer. Se assim fosse, já não existiriam casos de câncer no mundo. O fato de não cohecer as causas do câncer na infância, torna a prevenção algo muito difícil de se realizar. O que existem são estudos que mostram que o consumo de certos alimentos pode diminuir o risco de sofrer determinados tipos de câncer.

O que as pesquisas recomendam contra o câncer infantil

- Adotar um estilo de vida saudável para manter e desfrutar de uma boa saúde. Evitar ambientes carregados de fumaça, de poluição.

- Comer frutas e verduras todos os dias, graças à fibra que contém.

- Consumir mais legumes do que carne.

- Evitar o consumo de alimentos fritos ou grelhados. O alimento está em contato direto com  a grelha produzindo benzopirenos, uma substância cancerígena.

- Não consumir tantos alimentos preparados com muita fumaça, as conservas em vinagre. Produzem nitrosaminas, substância cancerígena.

- Tomar vitaminas não reduzem o risco de sofrer de câncer.

- Combater a obesidade. As pessoas com sobrepeso têm um risco maior de sofrer tumores de mama, de cólon, endométrio, reto.

- Substituir a proteína animal pela vegetal, sempre que possível.

- Evitar o consumo exagerado de edulcorantes, bebidas light, comidas rápidas (fast food), sem nenhum tipo de controle.