Seis conselhos para decorar o quarto para o seu bebê

Recomendações para decorar o quarto do seu bebê com segurança

Vilma Medina

Vilma Medina

Na hora de preparar o quarto do nosso bebê não devemos nos esquecer de algumas recomendações que ajudará o bebê a crescer num ambiente seguro. Criar um ambiente livre de perigos, é fundamental na hora de decorar uma habitação, afinal é o lugar onde a criança dormirá e brincará. Para protegê-la de possíveis acidentes, a gente dá algumas dicas práticas para você. 

Ideias para criar um ambiente seguro para o seu bebê 

Como podemos decorar o quarto do bebê

1. Instalação elétrica: antes de preparar o quarto do bebê, você deve se assegurar que as instalações elétricas estão em perfeitas condições, ou seja, não terão tomadas nem interruptores em mal estado, nem tão pouco cabos à vista e acessíveis. Quando a criança estiver um pouco maior, você deverá utilizar protetores adequados. 

2. A pintura da parede deve ser segura e não tóxica. Não devem conter chumbo nem substâncias nocivas que possam causar males à criança. 

3. Assegure-se que a porta e as janelas fecham corretamente e não existem correntes de ar. Vigie para que não contenham farpas e prepare com cuidado todos os detalhes para a chegada do bebê. Levar em conta que a criança vai crescer e isso significa a utilização de grades e travas de segurança para que impeçam que a criança abra num descuido. Muitos apartamentos contêm redes de proteção em todas as janelas da casa ou varandas. 

4. Quando escolher o mobiliário, é imprescindível que cumpra todas as normas de segurança exigidas para considerá-lo seguro. Caso tenha um orçamento limitado, é melhor investir nesses elementos. As pontas dos móveis devem ser arredondadas, e caso não seja assim, existem alguns protetores de borracha de fácil colocação. 

5. Quando for colocar o berço, não o coloque perto da janela. Tenha cuidado com as cordas das cortinas, das persianas ou dos móbiles do berço. No início a criança não se aproximará, mas em alguns meses se colocará em pé e tentará agarrar tudo o que possa. Terá que ficar atenta para retirá-lo na hora certa.  

6. Retire da superfície do berço, bichinhos de pelúcia, almofadas ou travesseiros. Além de atrapalhar seu sono podem ter risco de asfixia. 

Yolanda Corbillón
Decoradora
Blog bebeydecoracion.com

Os acidentes com crianças

Os acidentes com crianças

Como os pais podem evitar os acidentes infantis. Os acidentes infantis se converteram numa importante fonte de preocupação, pois tiveram um importante aumento. As estatísticas oferecem alguns números estarrecedores. Durante os últimos anos, as crianças sofreram milhares de acidentes, alguns deles com consequências mortais. A situação não mostra sinais de melhoras, e o mais doloroso de tudo isso é que a maioria desses percalços poderiam ter sido perfeitamente evitados.

Segurança no carro dos bebês e das crianças

Segurança no carro dos bebês e das crianças

Como sentar as crianças no carro para que estejam melhor protegidas. Os pediatras alertam que duas de cada três crianças viajam em veículos sem cumprir as normas de segurança. Centenas de crianças perderam a vida em acidentes de trânsito nos últimos anos. Está claro que levar as crianças em cadeirinhas de segurança nos veículos é crucial para salvar suas vidas. Os números demonstram isso. As estatísticas mostram que milhares de crianças seriam salvas de acidentes se os pais cumprissem as normas de segurança para elas.

Uma casa segura para os bebês e as crianças

Uma casa segura para os bebês e as crianças

A segurança das crianças começa dentro do lar. A ocorrência de acidentes domésticos é um ponto a se atentar. O interior dos lares é onde se registra o maior número de lesões, principalmente nos períodos de férias ou feriados. Como ter uma casa segura para bebês e crianças.

Os primeiros passos do bebê

Os primeiros passos do bebê

Não há nada mais prazeroso e nada mais desafiante para os pais que poder ver seu bebê começar a dar seus primeiros passos. É um momento realmente especial, que marca uma etapa. A maioria dos bebés dá os primeiros passos entre os 9 e os 12 meses ou por volta dos 14 ou 15 meses.

0 comentarios