OS DILEMAS DOS PAIS QUE TRABALHAM FORA

Com quem deixar nossos filhos na hora de ir para o trabalho

Aurora Vasconcelos

Deixar os filhos na escolinha, creche com a babá ou coma vovó? Esse é um dos dilemas dos pais que trabalham fora e têm dúvidas sobre onde deixar o bebê. Cada opção deve ser bem cuidadosa. Às vezes a creche é cara demais. A escolinha depende da idade do bebê. Muitas só aceitam aqueles que já sabem andar. Pode ser que a vovó não esteja disponível pois também trabalha.  Como arranjar uma babá de confiança com quem deixar nosso principezinho (ou princesinha)?

 

Hoje em dia, depois da PEC das domésticas, as babás podem sair mais caras para os pais que as escolinhas ou creches. O limite das jornadas é de 44 horas semanais e o tempo ultrapassado deve ser pago como hora extra. É preciso também ter uma babá folguista para cobrir a folga da titular.  A lei veio para ajudar a todos e não atrapalhar.  Não há nada que um diálogo não resolva, mas obviamente é preciso ter uma boa situação econômica para arcar com as despesas de lei.

Se a vovó também trabalha fora

As vovós sempre foram uma grande ajuda para deixar os pais tranquilos. Mas, hoje em dia cada vez mais independentes, geralmente elas também trabalham fora e muitas têm uma carreira. Aqueles que tiverem uma vovó em casa cheia de amor e carinho para o netinho podem dizer que  tiraram a sorte grande. Porém em muitos casos, pode-se apelar a uma tia-avó, à madrinha, ou até a uma irmã que estude meio período e fique livre no resto do tempo.

 

É preciso ter visão e jogo de cintura. Tudo tem solução. O importante é garantir a segurança e o conforto do bebê. Conversar com amigos e parentes que tenham filhos pequenos também é uma boa forma de se atualizar. O que vale mesmo é poder trabalhar em paz sabendo que o neném está em boas mãos.