Como introduzir o inglês ao bebê

O melhor momento para aprender inglês

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Atualmente todos os pais conhecem a importância de introduzir o inglês ao bebê e estão sofrendo uma avalanche de informação sobre a importância que o nosso filho tenha que falar inglês de forma bilíngue no futuro. Portanto, conhecemos um grande número de motivos pelos quais a criança deveria ser bilíngue e isso ainda sem ter conhecimento dos grandes benefícios e vantagens do bilinguismo para a criança

Quando devemos começar com a linguagem bilíngue? Como introduzir o inglês ao bebê? Em que podemos ajudar aos pais e aos bebês para conseguir o nosso objetivo? Quais são os pontos mais importantes na educação bilíngue em bebês e crianças? 

O momento ideal para começar com o inglês

como-introduzir-o-inglês-ao-bebê A

O começo ideal está no início de tudo, ou seja, desde o nascimento da criança. Desde que a criança começa sua vida fora do útero da mãe, o seu cérebro já começa a recolher informações do mundo em que vive para poder se organizar e se preparar para as diferentes situações que irão vivenciar. Durante os 10 primeiros meses de vida, o cérebro da criança vai juntar a informação correspondente para poder separar os ruídos, sons e vozes. No caso do bilinguismo a criança consegue saber que no mundo existem diferentes formas de falar, e, ainda que não entendam a maioria do que estão lhe dizendo o seu cérebro está se preparando para poder entender de diferentes formas, ativando outra parte do cérebro e não somente uma. 

Isso nos indica que na primeira fase do bilinguismo devemos introduzir ao bebê uma forma natural em inglês. O melhor é que um membro da família que tenha muito contato com o bebê lhe fale sempre em inglês. Nesta fase, a vantagem é a qualidade no inglês não é o mais importante, já que a criança não está prestando nenhuma atenção à composição das frases nem à pronúncia correta. A gente também pode nos apoiar em materiais audiovisuais, ainda que nunca seja tão eficaz como uma pessoa falando-lhe diretamente e gesticulando em cada palavra ou gesto que realize. Podemos utilizar vídeos dirigidos a aprender alguns temas concretos e conseguir que preste muita atenção enquanto ouve as partes do corpo, das cores...

A gesticulação é uma das partes mais importantes na aprendizagem de qualquer bebê. Devemos aplicá-lo em todas as fases do aprendizado. Os bebês até que comecem a entender contam com muito poucas armas para compreender as pessoas que os rodeiam. A mais forte é a relação. A criança aprende que ‘car’ é um carro após termos repetido a palavra ‘car’ quando estivéssemos apontando para um carrinho de brinquedo ou inclusive imitando os sons que os carros fazem. Um estudo da Universidade de Harvard pesquisou um grande número de pais de primeira viagem. Após um acompanhamento de alguns anos demonstraram que as crianças que tinham começado a falar antes eram dos pais mais expressivos do grupo. 

Celia Garabaya

Técnico Superior em Educação Infantil

Diretora pedagógica en British Bubbles

Colaboradora de GuiaInfantil.com