Os incômodos da gravidez no nono mês de gestação

Como aliviar os incômodos do nono mês de gestação

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A gravidez entra na sua fase final e os dias parecem eternos. Já falta muito pouco tempo para conhecer seu bebê e você já está desejando que esse momento chegue logo. Algumas mulheres sentem uma necessidade enorme de limpar e organizar tudo diante de uma chegada tão iminente do parto. É um momento mágico para todas as futuras mamães, que esperam com muita alegria a chegada do bebê. 

Nesses momentos a previsão é fundamental porque a data prevista para o nascimento do bebê pode adiantar em 15 dias ou ter um atraso de duas semanas. Por isso, é recomendável ter a bolsa que você vai levar à maternidade com tudo preparado e as compras do enxoval do bebê, feitas. Nas mães de primeira viagem, no decorrer no nono mês de gravidez, a cabeça da criança vem em caminho descendente e se encaixa na pélvis se preparando para o nascimento

Se a mamãe já teve outros filhos anteriormente, esse descenso pode acontecer no início das contrações. Ao mesmo tempo, a barriga baixa diminui a tensão sobre o tórax e o estômago, o que produzirá um grande alívio. No entanto, por outro lado, devido a pressão que exerce a cabeça do bebê sobre a bexiga, pode ser que voltem a aumentar os desejos de ir ao banheiro toda hora. 

Incômodos no nono mês de gravidez 

- Varizes. São veias dilatadas que podem ser vistas na superfície da pele, retorcidas, azuis ou roxas. Aparecem com mais frequência nas pernas, ainda que também possam sair na vulva ou em qualquer outra parte. Em geral, as varizes não incomodam, mas podem causar peso e dores nas pernas. Os sintomas tendem a piorar no final do dia, especialmente se você passar muito tempo em pé. As probabilidades de que as varizes saiam durante a gravidez aumentam quando existem antecedentes familiares e tendem a piorar com cada gravidez sucessiva. A grávida estará mais predisposta às varizes se estiver com sobrepeso, se a gravidez for de gêmeos ou permanecer em pé por períodos muito prolongados. Sua aparição se deve ao aumento da quantidade de sangue no corpo da grávida, o qual adiciona carga às suas veias. Além disso, os níveis de progesterona sobem o que faz com que as paredes dos vasos sanguíneos se relaxem.  

- Câimbras. Nas últimas semanas da gravidez, podem acontecer câimbras na parte posterior das coxas e panturrilhas, principalmente à noite. As causas podem ser o cansaço, as alterações circulatórias ou a carência de algumas vitaminas ou oligoelementos (microelementos) com o cálcio ou o magnésio, ainda que não se saiba com certeza porque as câimbras aumentam com a gravidez. Acredita-se que as alterações circulatórias, a pressão sobre os músculos da perna pelo peso extra da gravidez e a pressão que o bebê em crescimento exerce sobre os nervos e vasos sanguíneos que vão até as pernas podem ser os responsáveis. 

- Contrações. Diferenciar as contrações falsas, conhecidas como contrações de Braxton Hicks, das verdadeiras contrações de parto, às vezes não é nada fácil, sobretudo é o primeiro parto. Durante o último mês de gravidez, o corpo da mulher começa a ser treinado e se exercita mediante falsas contrações que servem como preparação para o parto. As contrações de Braxton Hicks podem ser notadas a partir do sétimo mês de gravidez, mas no nono sua incidência pode ser maior. Para distingui-las, a grávida deve levar em conta que as falsas contrações não se apresentam com intervalos regulares, por esse motivo, é importante medir sua frequência e sua duração. Um bom método para identificar os intervalos é calcular o tempo entre uma contração e outra, observando o tempo entre uma contração e outra, observando quanto tempo demora desde o começo de uma contração para o início da próxima. Anote os intervalos durante uma hora. Outro motivo para levar em conta, é que geralmente as falsas contrações não são progressivas e vão suavizando até que desaparecem. As verdadeiras contrações de parto, pelo contrário, vão aumentando progressivamente de intensidade. 

Como aliviar os incômodos do nono mês de gravidez 

Varizes na gravidez. As veias varicosas são um problema estético e de saúde. 

Saem durante a gravidez e depois melhoram um pouco, mas geralmente sua marca permanece. Para evitar as varizes, o melhor é preveni-las, colocando esses conselhos em prática: 

- Evite o sobrepeso. Aumentar muito de peso favorece seu aparecimento.  

- Faça exercícios. Caminhar 30 minutos diários mantém os músculos das pernas em forma e esses, por sua vez, ajudam a bombear o sangue até o coração. 

- Mude de posição. Evite passar muito tempo parada ou sentada. Mova-se em intervalos curtos e regulares.  

- Descanse com os pés para cima. Coloque as pernas mais altas que os quadris sempre que puder para descansar. Assim favorece o retorno venoso.  

- Use roupa folgada. As roupas justas podem impedir ou dificultar a circulação. Use meias de compressão que favorecem a circulação e o retorno venoso das pernas.   

- No carregue peso. Procure não levantar objetos pesados nem levar bolsas de um lado para o outro. 

- Fumar é terminantemente proibido. Dentre outras coisas, já foi demonstrado que o fumo favorece o aparecimento das varizes. 

- Banhos com água fria. Termine seu banho diário com água fria. Derrame água no sentido ascendente para favorecer a circulação. A água quente dilata os vasos sanguíneos. 

Câimbras na gravidez. Quando sentir câimbras, estire os músculos da panturrilha imediatamente. Estique a perna, primeiro o calcanhar e flexione suavemente os dedos dos pés para trás, ou seja, em direção à canela. No princípio isso pode ocasionar dores, mas essa manobra acalmará o espasmo e a dor desaparecerá gradualmente. Também pode tentar relaxar as câimbras, massageando o músculo ou aquecendo-o com uma bolsa de água quente. Caminhar uns minutos também pode ajudar. Esses conselhos te ajudarão a manter as câimbras sob controle:  

- Comer banana. Uma banana por dia oferece a dose de magnésio que você precisa para prevenir as câimbras. 

- Aumente o consumo de lácteos. O cálcio é fundamental para o crescimento do seu bebê e para a saúde dos seus ossos na gravidez e ajudará a manter distante das câimbras.  

- Evite inclinar os dedos dos pés para frente. Esticar as pernas com os dedos dos pés para frente pode ocasionar câimbras.    

- Não cruze as pernas. Ao se sentar, ou quando estiver parada, evite cruzar as pernas por longos períodos de tempo. 

- Estire os músculos da panturrilha. Realize esse estiramento com frequência durante o dia e varias vezes antes de dormir. 

- Rotações do tornozelo. Os movimentos circulares com os dedos dos pés quando estiver sentada, comendo ou assistindo a televisão, podem te ajudar a prevenir as câimbras. 

- Caminhar 30 minutos diariamente. O exercício te beneficia sempre, desde que seu médico não desaconselhe. 

- Evite se cansar muito. Deite-se sobre o lado esquerdo para melhorar a circulação do sangue pela veia cava, que leva o fluido das pernas até o coração. 

- Tome um banho quente antes de se deitar para relaxar os músculos. 

Contrações. Para aliviar as falsas contrações, pode ajudar a mudança de posição, tomar um banho quente durante meia hora ou beber uma xícara de leite ou chá quente. As massagens na zona lombar podem aliviar a dor da contração: a pressão externa exercida através da massagem equilibra a pressão interna do bebê compensando dessa maneira a pressão e abrandar a dor.