Cuidados e benefícios do sexo durante a gravidez

Praticar sexo durante a gravidez é positivo e recomendável

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Durante a gravidez, muitas mulheres se sentem inseguras quando têm uma relação íntima com seu companheiro porque temem que o ato sexual possa fazer dano ao seu bebê. Estar grávida não implica em um obstáculo na hora de praticar sexo com o companheiro, desde quando não exista contraindicação médica nesse sentido. 

Sexo e gravidez, mês a mês 

O casal pode ter relações sexuais na gravidez sem que isso implique em prejuízo à mulher e ao bebê. O bebê não sabe o que seus pais estão fazendo, já que está muito bem protegido na barriga da sua mamãe. 

- No primeiro trimestre, ainda que as alterações hormonais favoreçam o prazer feminino, pode ser que o cansaço, as náuseas e demais sintomas dessa fase lhe cause incômodos e falta de interesse pelo sexo. 

- No segundo trimestre, o mal estar inicial da gravidez estará mais controlado e a mulher pode desfrutar mais do sexo com seu esposo. Seu corpo já estará mais habituado à nova situação, sua barriga ainda não incomoda e ela poderá sentir desejos de ter relações sexuais

- No terceiro trimestre de gravidez, até o final da gravidez, talvez a mulher perca um pouco o interesse pelo sexo, já que o tamanho da sua barriga cresceu muito e que sua prioridade agora é se preparar para dar as boas vindas ao seu bebê. Estará mais envolvida com os preparativos antes do parto. Em todo caso, é bom manter coito sexual para a intimidade do casal. O sexo será de outra forma. 

O sexo na gravidez 

Durante o ato sexual é muito importante que haja diálogo entre o casal, que tenham bom humor, compreensão, paciência e que se deixem levar pelo prazer. O sexo é favorável ao parto porque exercita os músculos da vagina da mulher. Em todo caso, é importante que a mulher fale com o seu médico em caso de dúvidas. Outra coisa são os cuidados. Por exemplo, se o casal vai praticar o sexo oral, não é aconselhável que o homem sopre ar na vagina da mulher. Isso pode causar embolia (vaso sanguíneo bloqueado por uma bolha de ar), o qual pode dar lugar a lesões graves para a mulher e o bebê. 

Quando a gravidez e o sexo não são tão seguros 

O sexo durante a gravidez só não é seguro quando: 

•  Existem antecedentes ou risco de aborto espontâneo 

•  Existe risco de parto prematuro 

•  A gravidez é considerada de alto risco 

•  Existe sangramento ou fluxo vaginal sem motivos 

•  Existe placenta prévia 

•  O colo do útero estiver debilitado 

•  Existir ruptura ou perda de líquido amniótico 

As melhores posições sexuais na gravidez

As posições sexuais vão mudando à medida que a gravidez avança. No início, são normais, mas a partir do quarto mês ou quando a barriga começa a crescer, as melhores posições são as seguintes: 

- Durante o primeiro trimestre, o casal pode se posicionar de quatro (cachorrinho), com as mãos e joelhos sobre a cama. Dessa maneira se evita a pressão sobre a barriga da mulher.

- A mulher de barriga para cima (papai-mamãe), para exercer mais controle e para sua comodidade. 

- O casal de lado em posição de colher, para diminuir a pressão sobre o abdômen. A mulher se posiciona de lado e seu companheiro se coloca na mesma posição atrás dela.