Vacina contra o câncer do colo do útero a partir dos 9 anos

O vírus HPV (Vírus do papiloma humano) é a segunda maior causa de morte em mulheres

Vilma Medina

Vilma Medina

O câncer do colo do útero, causado pelo vírus HPV (Human Papiloma Vírus), é a segunda maior causa de morte em mulheres no mundo. A imunização é recomendada para meninas partir dos 9 anos.

Além de causar lesões na pele e nas mucosas genitais (vulva, vagina, colo do útero e pênis), o HPV está diretamente ligado ao desenvolvimento do segundo tipo de tumor que mais causa morte em mulheres em todo o mundo, o câncer de colo do útero.

Como se transmite o vírus HPV

A vacina contra o câncer de colo do útero

Os médicos aconselham que a mulher tome a vacina contra o HPV antes do inicio da sua vida sexual. A vacina não é um tratamento e sim uma prevenção contra o vírus. Uma vez que o HPV se manifesta, não há como tratá-lo. Os remédios só agem sobre os sintomas que ele provoca, como as verrugas.

Além do ato sexual, o papilomavírus pode ser transmitido pelo toque com uma região afetada, por isso o uso de camisinha em todas relações é muito importante, mesmo não oferecendo proteção completa. Especialistas defendem a realização do Papanicolau, exame capaz de detectar alterações antes que evoluam para o câncer, além do teste de HPV.
 
Engana-se quem acha que o HPV é uma ameaça apenas para o sexo feminino. Chega-se a estimar que 60 por cento dos homens entre 18 e 70 anos tenham HPV no pênis, sendo o tratamento muito doloroso, feito através de corte, congelamento ou queima da região afetada. 

Vacina contra o HPV

Já existe vacina contra o vírus, que protege contra os HPVs mais perigosos (são mais de 100 tipos), e é recomendada para mulheres entre 9 e 26 anos. Dentre os países que aprovam a vacinação, mais de 40 indicam a aplicação em meninos entre 9 e 15 anos. 
 
No Brasil, as vacinas não são oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), somente encontradas em clínicas privadas.

O câncer infantil

O câncer infantil

O  câncer é a segunda causa de mortalidade infantil no Brasil. Considerando que todos os órgãos do corpo estão formados por tecidos, que os tecidos se compõem de conjuntos de células, e que as células são as responsáveis pelo crescimento, evolução, e a renovação dos órgãos e tecidos, é necessário saber que quando existe uma alteração em uma célula, ou que essa tenha cumprido seu objetivo e respondido à demanda de órgãos e tecidos, e morre, se a célula sobreviver, originará células iguais a ela, distintas das normais, e, escapando aos mecanismos normais de controle, se proliferará originando um conjunto de células doentes e anormais que se localizará em um tecido ou órgão, podendo viajar pelo sangue a outros órgãos ou tecidos , causando tumores de muitos tipos e em localizações muito diferentes.

Causas e prevenção do câncer infantil

Causas e prevenção do câncer infantil

São muito poucos os cânceres que se herdam geneticamente. Normalmente, quando os pais tomam conhecimento que seu filho sofre de câncer, gera-se uma situação de medo, de assombro, de impotência e desconcerto. Uns se perguntam por que seu filho tem essa doença, tentando uma justificativa. Outros se sentem culpados ou responsáveis pelo que está ocorrendo ao seu pequeno. E são muitas as reações que se observam quando se confirma o diagnóstico do câncer. Apenas 5% dos cânceres são herdados dos pais para filhos.

Sintomas do câncer infantil nas crianças e bebês

Sintomas do câncer infantil nas crianças e bebês

Câncer infantil. Quanto antes se diagnosticar o câncer, mais eficaz será o tratamento da doença. Em caso de haver alguma suspeita, peçam logo aos médicos que façam os exames para descartar o diagnóstico da doença.

Como explicar o câncer às crianças

Como explicar o câncer às crianças

Os pais devem falar do câncer com seu filho, de uma forma clara, sincera e sem sobressaltos. Ao se confirmar o diagnóstico da doença, é normal que os pais se sintam confusos, ansiosos, desorientados, e totalmente perdidos diante da complexidade que supõe a linguagem do diagnóstico, assim como as terapias de tratamento.

Principais tipos de câncer infantil

Principais tipos de câncer infantil

Câncer infantil. O caminho mais curto para a cura ainda é o diagnóstico precoce. Câncer é uma doença que provoca o crescimento desorganizado e divisão rápida e incontrolável das células de um organismo.

Pipoca ajuda a combater câncer e doenças cardíacas

Pipoca ajuda a combater câncer e doenças cardíacas

Pipoca, além de muito gostosa, ajuda a reduzir a incidência de câncer e doenças cardíacas, diz pesquisa recente nos EUA. A melhor amiga das crianças e adultos ao assistirem a um filme, televisão, ou para um passeio no parque, pode fazer bem à saúde.

0 comentarios

Ad