Fimose em crianças. Quando é necessário operar

Quando devemos nos preocupar no caso de uma fimose e consultar o pediatra

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Muitas mães com filhos varões já fizeram essa pergunta alguma vez. A primeira dúvida é se o seu filho tem fimose. A seguinte é se ele vai necessitar de uma cirurgia. Com frequência, a pergunta se torna em angústia ao comprovar que a criança evolui de forma muito lenta. Mas, o que é a fimose? É sempre sinônimo de cirurgia? 

O que é a fimose

fimose-em-crianças-quando-é-necessário-operar A

É o estreitamento e a aderência do prepúcio, uma pele que recobre a glande. Não existe motivo para se alarmar. 95% das crianças que nascem assim, essa pele tende a se separar gradualmente. É importante que se separe, porque senão, a higiene não seria a correta e poderia dar lugar a mais complicações, como o estancamento da urina ou alguma possível infecção. 

Esteja atenta, nem sempre é fimose

Somente é fimose se o prepúcio está fortemente aderido e não desce totalmente. Se descer levemente e não há pressão na pele não existe fimose.

Mas, quando operar uma criança de fimose?

O pediatra é quem vai determinar se a criança evolui de forma correta. Ao detectar algum problema o pediatra encaminhará a criança a um urologista, que irá avaliar se é conveniente ou não a cirurgia, que pode ser entre os três e os sete anos. Aos três anos, 90% das crianças que nasceram com fimose deixam de ter algum problema de forma espontânea. A cirurgia sempre é a última opção, quando o problema persiste, existe uma dificuldade na micção ou risco de parafimose (o prepúcio, uma vez retraído, não volta à sua posição inicial). Por isso, muitos pediatras preferem esperar o máximo de tempo possível.

Como é a operação de fimose?

Se o médico te disse que será necessária uma cirurgia de fimose no seu filho, não se alarme. Trata-se de uma intervenção muito simples. É uma circuncisão que o urologista realiza e não necessita internação hospitalar. Normalmente se realiza com anestesia local e dura alguns minutos. Não dói, mas se tratará de um incômodo nos dias seguintes, sobretudo na hora de fazer xixi. 

Lembre-se que nem sempre é necessário operar de fimose

Na maioria das vezes não é necessário operar de fimose. O mais normal é que o pediatra te receite uma pomada com corticóides que ajudará a separar o prepúcio. Podem receitá-la aos três anos de idade, durante um ou dois meses. Em seguida, basta uma leve retração. Essa retração é efetuada normalmente pelo pediatra ou pelo urologista. Isso funciona em mais de 80% dos casos.

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com