Ambiente familiar adequado para uma criança hiperativa

Requer muita paciência e amor para educar y orientar a una criança com hiperatividade

Vilma Medina

Vilma Medina

O papel dos pais é imprescindível para a recuperação da criança hiperativa. Os pais representam a fonte de segurança, os modelos a seguir, o reflexo que os filhos sentem que são, a base fundamental sobre a qual constroem sua própria escala de valores e o conceito de disciplina e autoridade. Dos pais depende em maior parte, a melhor ou pior evolução dos sintomas que apresenta uma criança hiperativa.

A criança hiperativa em família

Educar a crianças hiperativas

Construir um ambiente familiar estruturado é uma das condições mais difíceis de conseguir. A família de uma criança hiperativa necessita uma organização e estrutura muito clara, no entanto, alguns aspectos relacionados com a própria doença neurológica que tem a criança, contribuem para que seja assim:

1. Adulto hiperativo. Em algumas ocasiões, essa doença é hereditária e pelo menos um dos pais é um adulto hiperativo, que por sua vez, é difícil se organizar e não se alterar. 

2. Ansiedade. Os pais podem mostrar muita ansiedade diante das dificuldades com as quais seu filho apresenta.

3. Expectativas. Por muitas vezes, as expectativas não são adequadas para a criança. Exige-se muito em alguns aspectos e há uma superproteção em outros.

4. Limites educativos. Para uma criança hiperativa, fica mais difícil educá-la se não impõem limites educativos claros e consistentes.

5. Horários concretos. Os pais frequentemente impõem limites aos maus costumes (o chamam para tomar banho e se não vem, o obriga a fazê-lo), mas não no momento adequado (chamam-lhe umas 10 vezes antes de tomar uma atitude), o que provoca que apliquem limites quando já estão fartos, em momentos de descontrole emocional. 

6. Má conduta. Muitos pais não podem prever situações de alto risco, por isso não podem evitar o mau comportamento dos seus filhos.

Exemplos de como educar criança hiperativa

1. Se estivermos numa sala de espera

    Sugestão: Levamos lápis, caderno e um carrinho, ou um tablet com jogos.

2. Uma viagem longa de carro

    Sugestão: Levamos alguns jogos para carros e fitas com contos, e fazemos paradas suficientes antes que se altere.

3. É muito lento se vestindo pela manhã e, além disso, se distrai por qualquer coisa.

    Sugestão: Melhor despertá-lo 15 minutos antes, e assim, ficamos todos mais relaxados.

4. Lembra-se das coisas na última hora.

    Sugestão: Preparamos a mochila à noite e o disciplinamos para que utilize uma agenda.

5. Não gosta de fazer dever de casa, porque se perde nos desenhos favoritos. 

    Sugestão: Gravamos os desenhos e ele poderá assistir depois, caso haja tempo após os deveres.

Fonte consultada:
- Educa.madrid.org

Perfil de uma criança superdotada

Perfil de uma criança superdotada

Como posso saber se meu filho é uma criança superdotada? De uma forma segura, somente com a orientação de um profissional especializado no assunto. Mas existem algumas características que podem ajudar aos pais identificarem uma criança superdotada.

Problemas de aprendizagem das crianças

Problemas de aprendizagem das crianças

Os problemas de aprendizagem atingem a 1 de cada 10 crianças em idade escolar. São problemas que podem ser detectados em crianças a partir dos 5 anos de idade e constituem uma grande preocupação para muitos pais.

Hiperatividade Infantil (TDAH)

Hiperatividade Infantil (TDAH)

O Transtorno por déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) tem três sintomas: hiperatividade, falta de atenção e impulsividade. Trata-se da síndrome da conduta, de origem neurobiológica, mais frequente durante a infância. Estima-se que cerca de 5% da população infanto-juvenil, de 3 a 16 anos, sofre, sendo 3 vezes mais frequente nos homens.

Comportamento infantil

Comportamento infantil

Como devem atuar os pais segundo o temperamento das crianças. É difícil saber exatamente o que é o comportamento infantil “normal”, ou temperamento “anormal”. Igualmente aos adultos, existe uma grande variedade do que se considera conduta “normal” nos bebês. Os bebês têm necessidades, demandas e comportamentos que podem ser muito diferentes uns dos outros.

Crianças teimosas. Teimosia infantil

Crianças teimosas. Teimosia infantil

Meninos y meninas teimosas. Teimosia infantil. Como lidar com a teimosa das crianças. Meninos e meninas teimosas. Qual é a melhor maneira de fazer com que o seu filho não seja teimoso.

0 comentarios

Ad