Astigmatismo na infância. Como detectá-lo

Quais sintomas apresentam o astigmatismo

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando uma criança tem um transtorno de visão é importante estar atento aos sinais, já que as crianças demoram em expressar que a sua capacidade de visão esteja reduzida. 

Como detectar que a criança tenha astigmatismo? É muito habitual que este transtorno passe despercebido porque as crianças não podem comparar sua capacidade de visão atual com a correta. 

Sintomas do astigmatismo na infância

astigmatismo-na-infância-como-detectá-lo A

O astigmatismo é um transtorno da visão que ocorre devido à curvatura do olho. A maior parte do poder de foco do olho está na córnea. Como a córnea é simetricamente curva, então o astigmatismo é causado por uma córnea que não é simétrica. Em consequência a criança pode ter uma visão borrada ou distorcida.  

- Quando as crianças vão crescendo e têm que colocar em prática habilidades como a leitura ou a escrita é quando vão se dando conta que, por exemplo, não vêem as coisas escritas na lousa (quadro-negro).

- Além disso, os pais podem começar a observar piscar de olhos ou inclusive inclinarem a cabeça para tentar busca a zona ou a forma com que conseguem ver melhor. 

- Nos casos de graduações de astigmatismo altas, as crianças inclusive podem chegar a ter dores de cabeça muito fortes que são totalmente provocadas por estes astigmatismos não corrigidos. 

- Outros sintomas são a coceira nos olhos ou olhos avermelhados quando não se trata de uma conjuntivite, além de fotofobia (sensibilidade à luz), visão dupla e dificuldade de leitura.

É muito importante o diagnóstico precoce do astigmatismo em crianças e para isso, os especialistas fazem exames como a topografia da córnea, ceratometria, exame de refração e exame de visão (como a tabela de snellen).