Repelentes para piolhos. Como prevenir os piolhos nas crianças

Tipos de repelentes para prevenir os piolhos nas crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Todo ano, depois das férias de verão, começam as aulas e devemos estar atentos para que as crianças não tragam piolhos para casa, já que o calor e a umidade proporcionam esses parasitas do cabelo, o ambiente propício para se desenvolver. A essas condições favoráveis, se unem a elas, a aglomeração de crianças em lugares fechados como os colégios, creches ou escolas infantis, o que favorece o contágio entre as crianças. 

Melhor prevenir que remediar 

Ao contrário do que parece, uma higiene estrita como o banho diário não pode prevenir que as crianças se contagiem de piolhos. Apesar dos preconceitos comuns sobre a sujeira, agora sabemos que os piolhos preferem um couro cabeludo limpo para sobreviver e reproduzir porque para eles é mais fácil se alimentarem. 

Antes que a criança comece a coçar a cabeça, convém empregar um dos produtos repelentes de piolhos chamados de antipiolhos, que são vendidos em farmácias. Esses produtos não eliminam os piolhos, mas os repelem ou evitam que grudem na cabeça impregnada com o repelente. 

Tipos de repelentes para piolhos

No mercado existem diferentes produtos com distintas composições sintéticas ou naturais, que prometem ajudar a afugentar os piolhos quando estão impregnados no cabelo. Podem ser adquiridos em spray ou em espuma, e o pesticida atua eficazmente na cabeça da criança durante uns cinco dias, desde que não exista umidade, já que tanto o suor como a água elimina a eficácia do produto. Por esse motivo é recomendável aplicá-lo diariamente sobre o cabelo seco antes de ir à escola. 

1. Permetrina ou pesticidas naturais como o piretro (extrato de crisântemos). São utilizados para combater piolhos e lêndeas. Não se devem empregar esses produtos para fins preventivos. Os produtos farmacêuticos com inseticidas nunca devem ser usados como prevenção quando não haja piolhos vivos. 

2. Citriodiol. É um praguicida que demonstrou cientificamente uma potente e segura ação antiparasitária, interferindo nos receptores de feronômios do parasita e emitindo uma mensagem olfativa, que o piolho interpreta como um sinal de perigo, o que provoca uma fuga ao portador do produto. Pode ser encontrado em spray e deve ser utilizado sobre os cabelos limpos, secos e livres de piolhos e lêndeas, devendo repetir cada vez que esse se molhe, umedeça ou se lave. 

3. Neem. Os produtos à base de Neem (árvore de Neem) são indicados quando existe perito de infestação por piolhos e servem como produto preventivo. Não existe nenhum inconveniente em empregar produtos da árvore de Neem diariamente.

Como prevenir os piolhos 

A principal medida preventiva contra os piolhos é revisar diariamente a cabeça das crianças para detectar a presença de piolhos. O pente extrator para piolhos e lêndeas é muito eficaz para essa revisão, assim como para retirar os piolhos adultos, crias e lêndeas existentes. Para isso, é fundamental que o espaço entre as cerdas seja bem pequeno. Os pentes de metal são os preferidos por sua rigidez. 

Além disso: 

1. Aconselhe seus filhos a não compartilharem nem trocarem artigos pessoais como bonés, gorros, presilhas, roupas, toalhas, pentes e escovas. 

2. Desinfete com frequência os pentes e escovas de cabelo em água bem quente e sabão durante 10 minutos ou submergindo-os no vinagre. 

3. Lave frequentemente as toalhas, a roupa de vestir, a roupa de cama (travesseiros, lençóis e colchas) e as almofadas e capas do sofá. 

4. Faça uma revisão na cabeça dos seus filhos pelo menos uma vez por semana. A temporada de volta às aulas é a mais comum para a transmissão de piolhos, assim que devem ter um cuidado especial nessa época. 

Conselhos para revisar a cabeça das crianças 

1. Umedecer o cabelo e utilizar um condicionador para desembaraçá-lo facilmente. Assim, quando passar o pente extrator não produza puxões. 

2. Dispor de uma boa iluminação para ver os possíveis piolhos e lêndeas com claridade. 

3. Ter paciência para revisar meticulosamente o cabelo, mecha por mecha, especialmente na nuca e atrás das orelhas. 

4. Limpar o pente extrator com água depois de revisar cada mecha e com água bem quente e sabão ou vinagre ao terminar. 

5. Aconselha-se que tanto a pessoa que revisa como a que é revisada, busquem a postura mais cômoda possível porque essa revisão leva tempo e requer muita paciência.

Marisol Nuevo