Recomendações para evitar o sequestro do seu filho

Como evitar sequestro de crianças

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

No mundo todo o sequestro infantil tem se tornado cada vez mais frequente, e os requintes de crueldade são marcantes. Lugares como teatros, parques, circos, clubes sociais, etc. são alvo de sequestradores de crianças.

Num simples descuido a criança já não está ali. Muitas vezes sequestram e pedem dinheiro pelo resgate, mas em outras com covardia e violência, muitos tem abusado sexualmente e depois matam friamente, atingindo toda família e a sociedade como um todo.

Cabe aos pais e professores, orientarem filhos e alunos a se protegerem corretamente, uma vez que é impossível estarem com eles o tempo todo.
O diálogo e aconselhamento diário são essenciais. Promovam discussões nas escolas, com vizinhos, etc.

Recomendações básicas para as crianças contra os sequestros

Contra sequestros de crianças

- Evitar ir sozinho à escola. A companhia de um adulto é sempre necessária.
- Não aceite nada de desconhecidos (doces, balas, chicletes).
- Conte sempre com a ajuda de policiais ou segurança da própria escola.
- Quando estiver dentro de veículo, mantenha o pino da porta abaixado.
- Quando estiver esperando transporte para a escola, ou quando voltar à casa, evite os pontos de parada escuros ou sem movimento.
- Não acredite em recados de estranhos como se estivessem trazendo recado de familiares.
- Caso se sinta seguido por algum estranho, entre na primeira casa habitada e peça socorro.
- Se alguém o atacar, grite, esperneie e faça muito barulho pedindo ajuda.
- Se moleques de rua o agredirem para tomarem sua mochila ou tênis, entregue o que pedem. Quando puder peça ajuda à polícia.
- Nunca aproxime-se de algum veículo quando te oferecerem carona ou pedirem alguma informação. Não dê atenção e afaste-se.
- Se estiver desacompanhado e alguém o incomodar, grite bastante para chamar a atenção, principalmente se quiserem pegar no seu corpo.
- Se você ainda não consegue guardar na memória o seu endereço ou o telefone de sua família, peça que os escrevam em um cartão e carregue-o sempre com você.
- Caso precisar de ajuda, produre um policial.

Recomendações para os pais contra os sequestros

- Quando for levar seu filho à escola, entregue-o somente ao monitor da escola na entrada. Caso utilize de serviço de transporte, informe-se muito bem sobre o condutor, pegando informações com outros pais e professores da escola.
- Portas e travas de carros sempre fechados.
- Apresente seus filhos aos policiais do seu bairro, torne-os seus amigos e conhecidos.
- Toda criança deve saber seu endereço, telefone, nome dos pais, ou responsáveis, ou de quem vai buscá-la na escola.
- Sempre oriente seu filho a andar em grupo em qualquer trajeto e longas caminhadas. Nunca andar sozinho em locais isolados próximos à escola.
- Ensine seus filhos a não aceitarem nada de estranhos nem darem atenção a eles.
- Evite parar em fila dupla e não demore no embarque ou desembarque.
- Fale aos filhos que não aceitem convites de estranhos para entrarem em carros, ir à praia, entrar em casas, terrenos ou garagens, mesmo que ofereçam doces, sorvetes, chocolates ou refrigerantes. Esse é um recurso muito usado por pedófilos, maníacos, sequestradores e tarados. Oriente-os a gritarem muito por socorro e chamarem a polícia.
- Esclarecer desde a infância sobre os perigos das drogas e consequências.
- Más companhias conduzem ao crime e às drogas. Selecione as companhias de seus filhos e o ambiente que eles freqüentam (clubes, festinhas, casas de jogos eletrônicos etc.).

Os sequestros, cada vez mais comuns, quando não acabam em morte da criança, pode gerar inúmeros traumas em quem sofreu a violência e nos seus familiares. Por isso todo cuidado é pouco. Basta um único momento de descuido e tudo pode acontecer. Cuide do seu maior bem aqui na terra: seus filhos.