Depressão durante a gravidez

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A gravidez é uma bomba relógio emocional, e segundo especialistas pode acontecer durante a gestação um estado de depressão parecido aos produzidos depois do parto. Estados de tristeza ocasional pelas mudanças experimentadas fisicamente e a responsabilidade crescente é bastante comum estando grávida, mas aproximadamente 10% desenvolvem sentimentos de tristeza profunda nessa etapa que podem derivar numa depressão que deve ser tratada adequadamente. 

Gestante deprimida

a-depressão-durante-a-gravidez A

A depressão pós-parto é bastante conhecida, mas a depressão na gravidez é nem sempre é corretamente diagnosticada, segundo afirma Rachel Manber, principal autora de uma pesquisa feita por especialistas da Escola de Medicina da Universidade de Stanford (EUA). Os sintomas podem ser confundidos pelas alterações emocionais próprias de uma gravidez normal. 

Até agora, a recomendação mais generalizada era um tratamento antidepressivo supervisionado por um tocólogo e psiquiatra conjuntamente, já que existe o risco da mulher perder a atenção com o seu filho e consigo mesma, mas um estudo recente publicado pela revista Obstetrics & Gynecology propõe uma nova via terapêutica que poderia ser efetiva: a acupuntura.

Segundo os resultados do trabalho, as gestantes submetidas a esta técnica melhoraram em 65% seus sintomas depressivos, enquanto o resto das participantes experimentou um alívio que não superava 44%. Segundo os resultados obtidos pela aplicação da dita terapia em gestantes, os responsáveis do estudo consideram a acupuntura como uma alternativa real para tratar a depressão durante a gravidez.

No entanto, a autora da pesquisa reconhece que seriam necessários mais estudos para confirmar os benefícios da acupuntura neste tipo de depressões e muitos médicos, devido a técnica ser desconhecida, ainda não se atrevem a recomendá-la. 

Patro Gabaldón