Estresse em gestantes pode causar eczemas nos bebês

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O estresse e a ansiedade não são bons em nenhuma circunstância e muito menos na gravidez. O congresso líder a nível mundial em matéria de alergia e imunologia apresentou uma pesquisa cujas conclusões revelam que o estresse nas gestantes é um fator de risco para o desenvolvimento do eczema atópico, especialmente em bebês de 6 a 8 meses de vida

O estresse da gestante

estresse-em-gestantes-eczemas-bebês A 

A pesquisa, realizada pelo Centro Nacional da Saúde e do Desenvolvimento da Criança, da Divisão de Alergia em Tókio (NCCHD), Japão, analisou a 896 pares de mães e filhos (474 meninos e 422 meninas). Verificou-se que 18,75% das mães foram classificadas como o grupo de maior ansiedade; 62,39% mostraram ansiedade moderada e 18,86% foram classificadas como o grupo de menor ansiedade. Quanto aos bebês, foi comprovado que a média do predomínio do eczema atópico foi de 46,76%, ou seja, quase a metade. 

O que o estresse pode causar na gravidez

Somos conscientes de que o estresse da mulher chega ao seu bebê? Acredito que muitas mulheres não levam isso em conta. Ainda que a gravidez nos encha de novas emoções e satisfações, também pode, por diferentes motivos, gerar estresse, nervosismo e ansiedade. Muitas vezes a preocupação com o bebê é inevitável. As discussões entre o casal e os incômodos próprios da gestação também colaboram para provocar estresse na gravidez

Por esse motivo, é muito importante que a mulher, durante essa etapa especial da sua vida, busque descansar o que puder e compartilhe as suas preocupações com o seu companheiro e familiares. Que mantenha uma dieta saudável, pratique alguma atividade física como a ioga e se relaxe com uma boa música ou um bom livro. Há que considerar que tudo, ou quase tudo o que a gestante sinta repercutirá de alguma maneira no bebê que carrega no seu ventre. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com