Gravidez. Qual é a melhor posição para dormir?

Vilma Medina

Vilma Medina

Boca pra cima, boca pra baixo, lado direito, lado esquerdo... Como é difícil escolher uma boa posição para dormir quando se está grávida! É evidente que a nova fisionomia pode alterar o nosso sono, e ainda que isso possa ir nos treinando para quando o nosso bebê nascer e nos reclame pelas noites, é muito importante poder descansar corretamente e repor as energias nestes momentos de esgotamento

Na gravidez, durma de lado e com um travesseiro entre as pernas

gravidez-qual-a-melhor-posição-para-dormir A 

Durante a gravidez se experimentam muitas alterações que vão modificar nosso corpo e nossa maneira de nos alimentar, de nos mover, de nos relacionar, de pensar, e, é claro, de descansar. O descanso pode ser dificultado não somente por causa do nosso trabalho dentro e fora de casa, mas também pela nossa evidente e pesada barriga, que nos levará a realizar um esforço extra para continuar na labuta. 

As últimas semanas de gravidez podem ser realmente incômodas e esgotantes para uma mulher. A gente acaba caminhando com as costas arqueadas e segurando a barriga com a mão, talvez experimentemos alguma contração dolorosa, ou tenhamos vontade de urinar e isso seja difícil anatomicamente: carregar um bebê de 2 a 3 quilos, mais o peso da placenta, útero, líquidos, sangue, etc. 

O momento de ir para a cama deveria ser um momento para dormir bem e repor as forças, mas em ocasiões se converte em uma busca angustiosa de uma posição para poder descansar corretamente. Para as mamães que estão acostumadas a dormir de boca para baixo, terão que abandonar, evidentemente, esse hábito, mas as que eram acostumadas dormir de boca pra cima, ainda que aparentemente seja uma postura mais cômoda, também pode causar inconvenientes devido ao grande peso que terão que suportar nas suas costas, órgãos e artérias, por causa do seu útero volumoso.  A pressão que exerce nossa grande barriga pode trazer-nos problemas como um deficiente fluxo sanguíneo, pressão da bexiga e nervo ciático e dores nas costas, entre outros.  

É muito difícil que alguém aguente toda a noite na mesma posição, mas uma das melhores posições para descansar, facilitar o fluxo sanguíneo e a estabilidade corporal, é deitar-se do lado esquerdo, com um travesseiro ou almofada entre os joelhos, levemente flexionados. Nesta posição se libera a grande pressão que o útero exerce sobre os vasos sanguíneos, assegurando-nos uma correta contribuição de oxigênio ao bebê e a todos nossos órgãos vitais. Quem dera que a necessidade de buscar uma posição cômoda para dormir não nos tirasse o sono! 

Patro Gabaldón

Redatora de GuiaInfantil.com

Os primeiros chutes do bebê na barriga da mãe

Os primeiros chutes do bebê na barriga da mãe

A mãe pode começar a notar os movimentos do bebê ao mudar de posição, esticar-se ou tranquilamente ao descansar. O bebê aproveita esses momentos para golpear com os braços e as pernas a parede do útero materno com períodos de atividade e descanso.

Primeira gravidez. Conselhos para mães de primeira viagem

Primeira gravidez. Conselhos para mães de primeira viagem

A gravidez é um momento único na vida de uma mulher. Trata-se de um período cheio de mudanças, novidades e fantasias, mas também de medos e inseguranças. São tantas coisas novas que rodeiam o dia a dia da grávida que as dúvidas surgem constantemente.

Os desejos e aversões durante a gravidez

Os desejos e aversões durante a gravidez

Inclusive antes de nos inteirarmos que estamos grávidas, é frequente que experimentemos certas aversões a cheiros e a alimentos que antes gostávamos, da mesma forma que aparecem alimentos que agora nos atraem enormemente.

O olfato nas mulheres grávidas

O olfato nas mulheres grávidas

Com certeza você conhece mulheres grávidas que desenvolveram um extraordinário sentido de olfato e que podem reconhecer cheiros que antes passavam despercebidos. Pode ser, inclusive, que isso já tenha passado com você mesma.

Como a varicela afeta as gestantes

Como a varicela afeta as gestantes

A varicela é uma doença infectocontagiosa produzida por um vírus (varicela zoster) da família do herpes. É transmitida através de gotinhas da saliva e das lesões na pele não cicatrizadas de uma pessoa que apresenta a enfermidade.

0 comentarios