O exame da Curva glicêmica detecta o diabetes gestacional

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

No decorrer da gravidez, nós mulheres nos submetemos a diversos exames, alguns deles servem para conhecer o estado do bebê e outros para avaliar nossa saúde durante a gestação. Um desses exames é o famoso teste de O’Sullivan ou a Curva Glicêmica. Você conhece esse exame? Trata-se de uma análise que Server para detectar um possível caso de diabetes gestacional. 

O que é o exame da Curva na gravidez? 

Hoje mesmo venho de um exame da Curva. Caso você nunca tenha feito esse exame, espero que minha experiência sirva para saber o que você vai enfrentar e o que ocorre durante o exame. 

O teste de O’Sullivan pode se realizar, em geral, entre o segundo e o terceiro trimestre de gravidez e na primeira hora da manhã. Em muitos laboratórios e centros de saúde não te pedem que vá de jejum, no entanto, no meu caso, tive que ir sem tomar café e levando comigo a primeira urina da manhã. 

O primeiro exame pelo qual você passa é uma análise de sangue, desses que na gravidez nos tiram 5 ou 6 tubinhos para conhecer diferentes informações: se já teve toxoplasmose, como estão os valores do sangue... 

Se você acredita que com a análise de sangue você já vai pra casa comer uma torrada com manteiga e um delicioso café e bolo, você está enganada. Isso foi só o começo. A partir daí a enfermeira te dá um copinho que contém 50 g de glicose para que você beba. Para algumas gestantes é muito desagradável beber do dito xarope, mas na realidade não é para tanto, e o nível de glicose não é muito elevado. 

Eu recomendo que você leve um livro, um smartphone ou qualquer outra coisa que te entretenha porque a partir desse momento, terá uma hora por diante para ficar bem quietinha e tranquila. Nas minhas gestações anteriores nem sequer me deixaram levantar para ir ao banheiro durante esse tempo. 

Após uma hora, eles vêm te furar de novo e então sim, já poderá ir pra casa! Hoje, enquanto arrumava minhas coisas pensei no bolo que comprei para comer depois do exame. Já era 10 da manhã e minha barriga roncava muito, mas uma voz aterradora me advertiu: ’não coma nem beba nada com açúcar nas próximas 24 horas’. Minha cara daria um poema. Sai cabisbaixa do centro de saúde e cruzando os dedos para não ter que repetir esse exame. Meu bolo e guloseimas tiveram que ficar para o outro dia. 

Se o resultado for superior aos valores de referência, o médico pode solicitar outro exame, que segundo algumas mulheres dizem que o xarope é tão doce que custa muito bebê-lo, além do que o tempo de espera duplica, assim como a quantidade de vezes que te tiram sangue. 

De qualquer modo, o exame é fundamental e muito importante, já que o diabetes não tratado na gravidez pode ser perigoso tanto para o bebê como para você. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com