O cabelo e as unhas durante a gravidez

O que os hormônios adicionais causam durante a gravidez

Vilma Medina

Vilma Medina

Durante a gravidez, é normal que a mulher experimente inúmeras mudanças no seu corpo, nas suas formas, pele e também no seu cabelo e nas unhas. Os hormônios adicionais podem fazer com que o cabelo cresça mais forte, rápido e abundante, que caia menos, tenha mais volume, e que as unhas, pelo contrário, se enfraqueçam.

Cabelo bonito e unhas fracas durante a gravidez

Unhas e cabelos da grávida

Ainda que a textura e o crescimento do cabelo durante a gravidez experimentem mudanças positivas, a mulher deve saber que essas mudanças não são permanentes. De modo geral, a maioria das mulheres perde uma grande quantidade de cabelo após dar a luz, ou quando deixam de dar o peito ao seu bebê. Essa quantidade brusca de queda de cabelo é conhecida pelo nome de Eflúvio Telógeno Pós-parto, e se caracteriza pelo desprendimento de uma quantidade alarmante de cabelo, principalmente quando está sendo lavado e penteado. 

A perda de cabelo pode ser temporal e ocorre nos três primeiros meses após dar a luz e pode se prolongar até os seis meses. No entanto, a boa notícia é que durante a gravidez desfrutará de um cabelo espetacular. É comum notá-lo mais espesso e com mais volume.

Também é normal que algumas mulheres, durante a gestação, observem o crescimento de pelinhos em algumas partes do corpo onde antes não existia, como a linha entre o umbigo e a púbis, no rosto e ao redor dos mamilos. Algumas mulheres notam, durante a gravidez, que seu cabelo ficou mais gorduroso e seco, e outras que seu cabelo muda de cor.

Com as unhas pode ocorrer o mesmo do que com o cabelo, ou seja, crescer mais rapidamente e mais fortes que o normal, ainda que o mais comum seja que se enfraqueçam e se quebrem. Como ocorre com o cabelo, as mudanças nas unhas não são permanentes.

O que fazer para controlar essas mudanças

Se as unhas ficarem moles e frágeis, o melhor é mantê-las curtas e evitar o uso de produtos químicos como os esmaltes e a acetona. Quanto à perda de cabelo depois do parto, é importante saber que não precisa de tratamento algum, pois é reversível. É aconselhável lavar normalmente os cabelos e evitar produtos químicos como as tinturas.

Para acelerar a recuperação do cabelo, podem ser indicados aminoácidos sulfurados, por via oral, ou uma massagem capilar. Os pelinhos que podem aparecer no rosto, braços e pernas podem cair naturalmente. Se isso não ocorrer nos seis meses seguintes, podem ser indicadas sessões de laser ou de luz pulsada, sempre que não estiver amamentando seu bebê.

É também importante cuidar-se por dentro, com uma boa dieta à base de frutas e verduras e alimentos que contenham vitamina A (leite, queijo, cenoura, manga, suco de tomate), e beber muita água.

Fontes consultadas:
- Nuevadermatologia.com.ar
- Cabellosypeinados.com
- Kidshealth.org

O uso de saltos altos durante a gravidez

O uso de saltos altos durante a gravidez

O uso de sapatos de salto alto, toda mulher sabe, levanta qualquer roupa. Mas, a grávida deve procurar outras opções durante a gestação e deixar esse ícone da beleza feminina para ocasiões especiais

Sintomas perigosos durante a gravidez

Sintomas perigosos durante a gravidez

Urgencias durante a gravidez. O período de gestação é uma fase na vida da mulher cheia de sonhos e expectativas. Infelizmente nem todas gestações tem um final feliz, e os motivos são muitos. Apresentamos alguns sintomas que devem ser acompanhadas pelo médico com urgência.

Os incômodos da gravidez no primeiro mês de gestação

Os incômodos da gravidez no primeiro mês de gestação

Os primeiros sintomas da gestação e seus incômodos começam a serem sentidos pela mulher. Durante os primeiros dias, é possível que a grávida se sinta diferente e não saiba exatamente o que está lhe acontecendo exatamente, já que os incômodos da gravidez serão suaves.

Os incômodos da gravidez, mês a mês

Os incômodos da gravidez, mês a mês

A maioria desses incômodos da gravidez é fruto das alterações hormonais, que o corpo da grávida está experimentando durante o desenvolvimento do seu futuro bebê.

Alterações na boca da gestante

Alterações na boca da gestante

As alterações hormonais que acontecem durante a gravidez provocam alterações na boca da gestante, como o aparecimento de cáries, gengivite, excesso de salivação ou mobilidade dentária. Por isso, a prevenção e o cuidado da saúde dental é um objetivo primordial.

A enxaqueca na gravidez

A enxaqueca na gravidez

Os especialistas estimam que uma em cada cinco mulheres sofra de enxaqueca em algum momento da vida e que 15% delas a experimentam pela primeira vez durante a gravidez, especialmente no primeiro trimestre.

0 comentarios