A falta de sol pode desencadear o autismo

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Por mais pesquisas que se tenham feito, até o momento não se sabe o que causa o autismo. Alguns dizem que acontece devido a um fator genético. Outros teorizam que algo no meio ambiente pode condicionar o útero da gestante e levá-la a ter um bebê com este transtorno. A chuva pode ser algum desses condicionantes. 

Relação entre o clima e o autismo infantil

a-falta-de-sol-pode-desencadear-autismo A

Ninguém sabe a causa do autismo, mas se sabe o que é e quais as suas consequências no desenvolvimento de uma criança. Pesquisadores da Universidade de Cornell, EUA, começaram a buscar um vínculo entre o meio ambiente e o autismo, depois que observaram que entre os anos 1987 e 1999 as crianças nascidas na Califórnia, Oregon e Washington, lugares com nível de precipitação alto, apresentaram grandes taxas de autismo. As crianças que vivem em lugares mais úmidos têm mais probabilidade de ter autismo, ainda que isso não esteja totalmente claro. 

O estudo fala da chuva ou da umidade como um fator condicionante, ainda que não descarte a possibilidade de que o autismo esteja relacionado com uma deficiência de vitamina D, devido à falta de tempo e exposição ao sol. A verdade é que nos últimos anos muitas coisas foram responsabilizadas pelo autismo. Já se falou da esquizofrenia do pai, de substâncias químicas nocivas no ar, do mercúrio a partir das ecografias pré-natais e inclusive das vacinas.

O Centro para o Controle e Prevenção de Doenças dos EUA calcula que aproximadamente um em cada 150 crianças tem autismo ou algum transtorno relacionado, como é o caso da Síndrome de Asperger. As cifras vêm aumentando, ainda que possa ser devido, em parte, ao aumento da apresentação de informativos e diagnósticos da doença. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com