A escovação dos dentes na infância

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Cuidar dos dentes e gengivas dos bebês e crianças é fundamental para que gozem de uma boa saúde da boca quando chegarem à idade adulta. Para prevenir as doenças buco-dentais, que são fundamentalmente as cáries e as doenças nas gengivas, basta seguir uma correta higiene dental e comer os alimentos adequados. 

A higiene dental das crianças 

Sempre convém lembrar que devemos escovar os dentes e gengivas após cada refeição, e sempre antes de deitarmos. Essa última escovação é a mais importante do dia, já que durante o sono as cáries podem ser mais destrutivas. A escova das crianças deve ser de cabeça pequena e sempre se deve usar uma pequena quantidade de pasta dental com fluor. Ensinar a criança a limpar os dentes como um hábito ou rotina ajuda a prevenir doenças buco-dentais. No entanto, é preciso supervisionar a escovação até que os meninos e meninas pequenas saibam fazê-lo corretamente. 

Essas são as recomendações gerais para todos, mas as crianças que têm asma e usam inaladores, ou xaropes para a tosse, que contêm açúcar, devem escovar os dentes também após tomarem as medicações. E, para curar as gengivas que sangram, ao contrário do que se possa parecer, deve-se insistir na escovação. Além disso, é importante que todas as crianças vão ao dentista para fazer uma revisão pelo menos uma vez ao ano, especialmente as crianças que sofrem doenças crônicas como cardiopatias e diabetes

Quanto à alimentação, os sucos, refrescos, refrigerantes, doces e guloseimas são alimentos altamente açucarados e podem produzir cáries. Portanto, é recomendável limitar o seu consumo, ou seja, não tomá-los diariamente nem usá-los como prêmios para motivar boas condutas. A água é a melhor bebida tanto para as crianças como para os adultos. É recomendado realizar cinco refeições por dia e evitar comer petiscos entre elas.  

Não devemos nos esquecer qual é o processo de formação das cáries. Para que as crianças entendam e se conscientizem da importância de ter uma boa higiene bucal, poderíamos resumir o processo de formação das cáries em uma operação relacionada com a matemática: bactérias na boca + alimentos doces + tempo = ácido = cáries. Em outras palavras, quando os alimentos açucarados entram em contato com as bactérias da boca (placa bacteriana) é produzido um ácido que ataca o esmalte do dente e pouco a pouco pode chegar a destruí-lo em sua totalidade. 

No entanto, pouco se fala que o buraco que as cáries provocam no dente não produz apenas um dano local, mas as cáries também provocam problemas em outros órgãos do corpo como os rins, o coração e as articulações. 

Marisol Nuevo

Redatora de Guiainfantil.com