O soluço do bebê recém-nascido

80 por cento dos bebês recém-nascidos tem soluço

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os bebês emitem alguns sons que muitas vezes assustam alguns pais. O soluço é um deles. O ‘hip hip’ parece que está chateando e incomodando ao seu pequeno e frágil bebê. No entanto, o que parece um aborrecimento, na realidade não é. O bebê não sente dor nem incômodo algum quando tem soluço. Os soluços são muito comuns.

Segundo alguns estudos, 80 por cento dos bebês recém-nascidos chegam a experimentá-lo. São inofensivos e não requerem tratamento nem demasiada atenção. Da mesma forma repentina que aparece, ele desaparece. Sua frequência vai diminuindo a partir dos seis meses de idade do bebê. 

As causas do soluço do bebê

O soluço do bebê

Na maioria das vezes o soluço é causado pela falta de maturidade do sistema nervoso, que por falta de um controle adequado, provoca contrações repentinas e irregulares do diafragma. Os músculos da respiração (os que separam o tórax do abdômen) se fortalecem e tentam funcionar em harmonia. Em razão disso, qualquer coisa que irrite o diafragma fará com que o músculo tenha espasmos repetitivos, aos quais chamamos de soluço. O diafragma pode sofrer alteração por uma ingestão excessiva de alimentos, por um gole rápido, por tragar ar ou inclusive por alguma mudança de temperatura.

O soluço pode durar muito pouco nos bebês. Por isso não é necessário grandes esforços ou técnicas para eliminá-lo. Como afirmamos antes, da mesma forma que vem ele vai embora. Os adultos também têm soluços e muitos utilizam algumas ideias para se livrarem dele. Alguns dizem que com um susto o soluço vai embora. Outros tiram o soluço bebendo um copo de água com o nariz tapado, ou prendendo a respiração por alguns segundos. Existem os que apostam em repetir muitas vezes uma ação, outros pela concentração. São métodos que funcionam para alguns e para outros não. Alertamos que não podemos utilizar esses métodos com os bebês. Não existem fórmulas mágicas para tirar o soluço de um bebê.

Como evitar o soluço nos bebês

Existem algumas ideias que podem ser usadas para evitar o soluço nos pequenos. Aqui apresentamos algumas dicas:

- Um bebê tem mais risco de ter soluço se tragar ar enquanto está amamentando. Nesse caso, a mamãe deve parar de dar o peito ao bebê. Passado alguns minutos, deve reiniciar seu trabalho de amamentar, mas tendo o cuidado para evitar a entrada de ar. 

- O mesmo deve fazer a mamãe se notar que o bebê mama muito rápido. Pare de amamentar, deixe o bebê descansar um pouco e volte a recolocá-lo. 

- Depois de dar o peito ao seu bebê, não se esqueça de deixá-lo em posição vertical para facilitar a eliminação de ar. 

- As mudanças de temperatura também podem provocar o soluço. Para que isso não ocorra, busque trocar seu bebê sempre num ambiente sem corrente de ar e muito bem abrigado. Antes que a gente esqueça, os pais deverão buscar orientação médica somente no caso dos soluços do bebê não passe e acabe provocando choros por parte do bebê.