Os primeiros dias do bebê em casa

O que fazer quando o bebê chega em casa após o parto

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Depois do parto e de passar alguns dias no hospital, onde a mamãe e o bebê puderam contar com todo o apoio e atenção médica, chegou o momento de voltar para casa, levando o bebê nos braços. É normal que os pais, especialmente os de primeira viagem tenham de enfrentar algumas dúvidas, medos e inquietações quanto ao cuidado do bebê e a nova realidade familiar. Isso pode acontecer nos primeiros dias do bebê em casa.

Como cuidar de um bebê

O primeiro dia do bebê recém nascido em casa

O bebê está em casa. E agora, o que fazer? Essa sensação de desorientação é normal nos pais durante os primeiros dias do bebê em casa. Além de alimentar, dar banho, curar o umbigo e trocar as fraldas do bebê, vai começar a conhecer o bebê, o motivo porque está chorando, quando tem fome e sede e aprenderá a se comunicar com ele.

No início tudo parece difícil, mas com o passar dos dias tudo seguirá seu ritmo e os pais nem se lembrarão dos dias que estiveram sem o seu bebê.

Para que os pais vivam essa etapa com tranquilidade e desfrutem do seu bebê e de sua paternidade, e que se conheçam, é conveniente seguir alguns conselhos:

- Não descartem a ajuda de algum familiar ou amigo, especialmente nos primeiros dias com o bebê. Delegar algumas tarefas a alguém deixará os pais mais relaxados. Pode ser que não façam como você gostaria, mas lembre-se que a prioridade agora é o bebê.

- É aconselhável limitar as visitas. Nos primeiros dias do bebê em casa, o melhor é evitar que a casa encha de gente. O ideal é que se vier alguém, que venha para ajudar.

- Durante os primeiros dias do bebê, ele só comerá e dormirá. Assim que devem aproveitar para descansar ou fazer tarefas domésticas.

- É preciso planejar o cuidado do bebê e os afazeres domésticos entre o casal para que nenhum dos dois fique sobrecarregado.

- É importante, não só o descanso da mãe para favorecer a produção de leite, como também que se alimente bem. Uma boa alimentação e hidratação favorecerá o aleitamento.

- A cura do umbigo do bebê pode durar entre 5 e 8 dias. Em geral, não se dá banho no bebê nesse período, ainda que algumas mães o façam, secando muito bem o seu umbigo após o banho com gazes esterilizadas. Em todo caso, deve-se seguir as orientações médicas.

- O cuidado das mamas é importante, já que será, na maioria dos casos, a fonte de alimentação do bebê. Massagens circulares, por exemplo, podem evitar problemas como a mastite, por exemplo.

- Estimular o vínculo materno. Quando mais braços, mais contatos pele a pele, mais carícias, melhor para o bebê e para a mãe. É essencial esse tipo de comunicação entre o bebê e a sua mãe.

- Ainda que algumas tarefas possam deixar a mamãe agoniada nos primeiros dias, não se esqueçam de desfrutar ao máximo do seu bebê, porque é único e especial na vida dos pais. Isso com muito carinho, amor, dedicação e paciência.