Cólicas nos bebês

As cólicas são muito comuns nos primeiros meses de vida do bebê

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As cólicas nos bebês são um tipo de dor abdominal inofensiva que, em geral, começa aproximadamente nas 2-4 semanas de vida do bebê e que desaparecem até os 3 meses de idade.

O bebê terá acessos de dor quando grita e encolhe as pernas até o abdômen. As cólicas aparecem diariamente ao entardecer, normalmente no mesmo horário, e duram de três a quatro horas. Desaparecem espontaneamente.

Causas das cólicas nos bebês

As cólicas dos bebês

Cólicas em bebês são normais e atingem 90 por cento dos recém-nascidos. E não estão associadas a nenhuma doença. São um mero problema fisiológico, comum em recém-nascidos, que têm um sistema digestivo ainda imaturo. Essa imaturidade faz com as paredes do intestito se contraiam e relaxem sem controle e isso pode provocar gases, e consequentemente cólicas. Quando o bebê mama, os intestinos contraem e relaxam, provocando as cólicas. Também há estudos que relacionam as cólicas à alimentação da mãe. E ainda é possível que o bebê não esteja sugando corretamente o peito e engolindo muito ar durante a amamentação.

É uma sensação nova para o bebê e molesta muito. O choro de cólica é estridente e persistente. Existem comportamentos que podem indicar que o bebê sente cólica. O bebê fica inquieto, com rosto vermelho, fazendo caretas, se contorce e encolhe as perninhas até a barriguinha.

As cólicas são de origem desconhecida. Alguns especialistas dizem que se deve a um espasmo dos intestinos, ainda que não existam provas disso.

Tratamento das cólicas nos bebês

Não se administra medicamentos para os bebê quando têm cólicas. Pode-se tranquilizar o bebê com algumas pancadinhas rítmicas e leves nas costas, virando-o sobre o estômago no seu colo, com uma massagem, ou simplesmente ninando-o e balançando-o. O movimento relaxa as paredes intestinais e os acalma.

Para ayudar a eliminar a dor do bebê, também pode-se colocá-lo barriga a barriga com você, com as perninhas encolhidas, de barriga no seu antebraço, uma bolsa térmica com água morna na barriga do pequeno ou massagear a sua barriguinha.

Existe um estudo que mostra que a cólica diminui em 80 por cento quando a mãe deixa de ingerir leite animal, incluindo aí manteiga, queijo e iogurte, trocando pelos similares feitos à base de soja.

De todas maneiras, se você nota que as cólicas persiguem por muito tempo o melhor sempre é consultar o pediatra do pequeno.