A criança que pôde fazê-lo. Conto com valores

Conto curto para educar as crianças

Vilma Medina

Vilma Medina

A criança que pôde fazê-lo é um conto curto que traz um enorme ensino para as crianças. Com ele podemos transmitir às crianças uma grande lição: que lutem para conseguir suas metas e objetivos e não escutem aqueles que lhes dizem que não podem consegui-lo. 

Este conto é uma adaptação de um conto popular escrito por Eloy Moreno que está presente no seu livro ‘Cuentos para entender el mundo’ (‘Contos para entender o mundo’ em espanhol). A gente recomenda sua leitura, independentemente que você seja uma criança ou um adulto. 

Um conto para crianças e adultos: a criança que pôde fazê-lo

a-criança-que-pôde-fazê-lo A 

Duas crianças brincavam patinando sobre um lado congelado quando, de repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu na água. A corrente interna carregou a criança uns metros por baixo da parte gelada e para salvá-la a única opção era quebrar a grossa camada de gelo que a cobria. 

Seu amiguinho começou a gritar pedindo ajuda, mas ao ver que ninguém o ajudara ele tratou de procurar uma pedra e começou a bater no gelo com todas as suas forças. 

Bateu, bateu, e bateu até que conseguiu abrir uma greta por onde meteu o braço para agarrar o seu companheiro e salvá-lo. Em poucos minutos, avisados pelos vizinhos, que tinham ouvido os gritos de socorro os bombeiros chegaram. Quando contaram a eles o acontecido não paravam de se perguntar como aquela criança tão pequena tinha sido capaz de quebrar uma camada de gelo tão grossa. 

- É impossível que com essas mãos essa criança tenha conseguido isso. É impossível, ela não tem força suficiente para ter conseguido quebrar o gelo, como será que conseguiu? Comentaram entre eles. 

Um sábio ancião que estava por perto, ao escutar a conversa se aproximou dos bombeiros e lhes disse: 

- Eu sei como ele conseguiu, disse o sábio velhinho. 

- Como? Perguntaram surpresos. 

-Não tinha ninguém por perto para dizer-lhe que não poderia fazê-lo. 

Autor: adaptação feita por Eloy Moreno de um conto popular

As mulas e os ladrões. Fábula para crianças de Esopo

As mulas e os ladrões. Fábula para crianças de Esopo

As fábulas de Esopo, como ‘As mulas e os ladrões’ são muito populares entre as crianças, já que são curtas e divertidas. Nos contos infantis as crianças encontrarão valiosas lições que servem para educar em valores como a honestidade ou a solidariedade.

O pijama molhado do imperador. Conto sobre a enurese infantil

O pijama molhado do imperador. Conto sobre a enurese infantil

Havia uma vez um imperador que tinha um armário cheio de pijamas e que gostava de dormir entre os edredons mais luxuosos. Obrigava a dois servos que trocassem os lençóis e o pijama todos os dias, e não deixava que esses servos falassem com ninguém mais no palácio. Tudo isso ele fazia porque o imperador guardava um segredo: ele fazia xixi nas calças durante a noite.

Meu papai está muito ocupado. Conto para o Dia dos Pais

Meu papai está muito ocupado. Conto para o Dia dos Pais

Este conto, enviado pelo escritor de contos infantis, Pedro Pablo Sacristán: ‘Meu papai está muito ocupado’ nos serve como reflexão para nos darmos conta de que com frequência a gente esquece que lugar ocupa na nossa escala de valores o que temos de mais importante, os nossos filhos.

10 vantagens da leitura na infância

10 vantagens da leitura na infância

Diante das dificuldades que os pais encontram para que os filhos tenham prazer na leitura é necessário se fazer a seguinte pergunta: realmente isso é necessário? Por que as crianças devem ler? A leitura seja de contos, livros, quadrinhos ou revistas têm muitos benefícios para a criança.

As coelhinhas que não sabiam respeitar. Conto para crianças

As coelhinhas que não sabiam respeitar. Conto para crianças

Os contos são fantásticos transmissores de valores. A gente pode utilizá-los para trabalhar um valor determinado com as crianças. Neste caso, o valor do respeito. Neste conto, ‘As coelhinhas que não sabiam respeitar’, as crianças se darão conta de que a falta de respeito e as zombarias com os outros podem provocar feridas inesquecíveis.

0 comentarios