Os melhores brinquedos para crianças com deficiência

Dicas para escolher brinquedos para crianças com necessidades especiais

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os jogos e os brinquedos melhoram e estimulam o desenvolvimento físico e cognitivo da criança, por isso deveria ser uma atividade universal para todas as crianças independentemente da sua idade, raça, nacionalidade, condição física e social. O brinquedo tem um papel de destaque nessa prática, mas pouco se conhece sobre os brinquedos mais indicados para crianças com alguma deficiência, seja visual, auditiva, motora ou intelectual.

Brinquedos para todas as crianças com ou sem deficiência

BRinquedos para crianças com deficiências

'Seja qual for a necessidade especial que a criança apresente, o brinquedo não deve atender suas limitações, mas sim as possibilidades e interesses da criança. Dever-se-ia reforçar aquilo que ela poderia fazer para assumir desafios'. Essas são palavras de José Antonio Pastor, presidente da Associação Espanhola de Fabricantes de Brinquedos da Associação Crescer Brincando. Seus comentários sobre brinquedos para crianças com deficiência são muito esclarecedores para pais e educadores. 

A família tem um papel determinante, já que no caso das crianças com deficiência se converta na ponte mediadora entre o brinquedo e a criança. Além disso, são os pais que potencializam a iniciativa da criança, a anima e respeitam seu ritmo, incentivando o estímulo. Os pais podem adaptar brinquedos para que seu filho desfrute e tire melhor partido de si mesmo. Para ajudarmos na sua escolha, preste atenção em algumas orientações que a Associação oferece.

1. Para as incapacidades motoras. Seria muito interessante os brinquedos com peças fáceis de encaixar, estruturas grandes, que não obriguem a realizar movimentos muito rápidos. Devem ser de fácil acesso aos seus recursos, teclas ou funções.

2. Para as deficiências auditivas. Às crianças com deficiência auditiva podem ser oferecidos a elas os mesmos brinquedos que damos a qualquer criança: bonecas, jogos de mesa, patins, bicicletas... Em função do grau de surdez da criança, podemos escolher brinquedos com efeitos sonoros acompanhados de vibrações, luzes, movimentos. É muito interessante que disponham do controle de volume dos aparelhos auditivos e fones de ouvido para adaptá-los ao nível auditivo da criança.

3. Para a deficiência visual. Como nos outros casos, não devemos partir da limitação. Para as crianças com deficiência visual devemos facilitar os jogos e os brinquedos, incorporando efeitos sonoros às peças, assim como texturas fáceis de identificar o tato. Os brinquedos de cores bem vivas e contrastes, sem peças muito pequenas ou com velcro, poderiam ser muito estimulantes.

4. Para a incapacidade intelectual, as escolhas são muito amplas, dependendo do nível. Os brinquedos de uso escolar podem ser uma opção atrativa, já que foram pensados para facilitar a aprendizagem.

O mais importante para a criança com alguma deficiência é que favoreça a inclusão e a socialização através das brincadeiras com outras crianças, assim como a compreensão e o enriquecimento mútuo. É muito complicado criar jogos e brinquedos-padrão para crianças com deficiência para ajustá-los às necessidades específicas e concretas de cada criança em particular.

Sin embargo, la Associação de Fabricantes apostam em 'brinquedos para todos', de maneira que quando se idealizem e se fabriquem, levem em conta que qualquer criança possa brincar com eles. É muito complexo criar brinquedos para cada necessidade concreta, mas sim se deve facilitar, em todos os sentidos, a plena incorporação e desenvolvimento da criança, seja qual for a sua condição.

Brinquedos para crianças com deficiências no Brasil

A Fundação ABRINQ (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos) já beneficiou mais de cinco milhões de crianças e tem como foco ações que buscam oferecer a crianças e adolescentes, com alguma deficiência ou não, a terem acesso à educação, cultura, saúde, lazer, formação profissional e inclusão digital. A Fundação é mantida por pessoas, empresas e organizações nacionais e internacionais.

Em Petrópolis, em outubro de 2013, no Parque Municipal em Itaipava foram inaugurados brinquedos - um carrossel e um balanço - para crianças com necessidades especiais, visando proporcionar a inclusão e melhor qualidade de vida para as pessoas com múltiplas deficiências. No mesmo mês, no Parque da Jaqueira, zona norte do Recife, foi inaugurado novo espaço com brinquedos inclusivos, especiais para as crianças com dificuldade de locomoção.

Os brinquedos devem ser apropriados à idade mental. Crianças com necessidades especiais podem ser desencorajadas ou se frustrarem se o brinquedo não for apropriado à sua realidade. Com o crescimento mental, os brinquedos devem ser substituídos e devem sempre oferecer estímulos.

Os brinquedos comuns podem ser utilizados por crianças com deficiências, mas deverão apresentar as seguintes características:

- serem inquebráveis

- não exibir extremidades aguçadas

- terem cores vivas

- apresentarem partes móveis

- serem agradáveis ao toque

- apresentarem diferentes texturas

- se possível, emitir sons

Patro Gabaldón. Redatora de GuiaInfantil.com