Como ajudar a criança a superar o seu medo do fracasso

Conselhos para ajudar a criança com medo do fracasso

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O fracasso é algo que até os adultos temem hoje em dia, mas se o fazem é porque na infância não lhes ensinaram a que errar é algo que ajuda a crescer e a aprender. 

Normalmente quando aparece o medo do fracasso (em crianças e adultos) aparecem pensamentos negativos que fazem com que as forças se reduzam e o potencial fique escondido. Este medo paralisa e pode fazer com que as crianças se sintam fracas e fracassadas, algo que pode torná-las incapazes de conseguir conquistar as coisas ao longo da vida, ainda que sejam capazes de fazê-lo.

Conselhos para ajudar a criança a superar o medo do fracasso

como-ajudar-a-criança-a-superar-o-seu-medo-fracasso A

Evitar o fracasso na vida, ou não se equivocar é algo quase impossível. Falhar é algo que acontece e antes de se lamentar se deve aprender com isso. As crianças estão desenvolvendo habilidades e estão num contínuo aprendizado para aprender estratégias e métodos necessários e superar os fracassos. Evitar o fracasso é difícil, mas pode ser desnecessário. O que é importante é que os pais ajudem as crianças a superar este medo: o fracasso não deve ser evitado, mas sim superado! 

1. Motive o seu filho a participar de atividades. Motive o seu filho para que faça parte de atividades que saiba que pode ter êxito e que goste. Desse modo ele se sentirá as coisas por si mesmo em outras circunstâncias em que se sinta menos seguro. Não importa qual seja o resultado, as crianças necessitam participar de atividades para que as oportunidades necessárias para chegar ao êxito apareçam e que ele veja que tudo se consegue com esforço.

2. Ensine os seus filhos que os erros são bons. É necessário que os pais falem com seus filhos para dizer-lhes que o fracasso não é algo negativo e que o sucesso só se consegue através dos erros.

3. Explique aos seus filhos com exemplos. Você pode explicar ao seu filho um exemplo tão claro como quando você aprendeu a usar patins (ninguém aprende a patinar sem cair primeiro), e a mesma coisa acontece quando se aprende a andar de bicicleta. Haverá quedas e fracassos no início até que a criança aprenda a andar de bicicleta perfeitamente. 

4. A importância de correr riscos. É necessário que as crianças saibam que é necessário se arriscar na vida para poder conseguir coisas. Quando as crianças entendem como é importante que seja se arriscar, elas estarão prontas para enfrentar situações com confiança nas suas possibilidades. 

5. A experiência como mestra. Além disso, é necessário que a criança aprenda que a experiência e a prática é o melhor professor porque podem fazer as coisas mais fáceis depois de passar por alguns erros... A repetição ajudará a ter mais confiança em si mesmo. 

6. Anime os seus filhos. O maior estímulo que as crianças precisam para não ter medo do fracasso e que sua autoestima cresça e sua motivação também são o cuidado dos seus pais. Os pais podem agir como mentores ou guias para dissipar o medo do fracasso da mente dos seus filhos. 

María José Roldán

Psicopedagoga

Mestre em Educação Especial (Pedagogia Terapêutica)