A importância do vínculo entre primos na família

Como promover a relação entre primos

Vilma Medina

Vilma Medina

Pais, irmãos, tios, avós... Todos têm um papel dentro da família. Cada um tem um papel fundamental para construir laços familiares sólidos. Nessa lista não podemos esquecer os primos, que também ocupam um lugar muito importante na cadeia familiar. 

Ainda que os adultos da família sejam uma referência importantíssima para as crianças, não podemos menosprezar tudo o que aprendem junto aos seus primos; são seus semelhantes, espelhos em quem se mirar, por isso é muito importante que os pais consolidem e fortaleçam o vínculo entre primos. 

Por que é importante que as crianças cresçam junto aos seus primos

a-importância-do-vínculo-entre-primos A 

- Podem ser seus primeiros amigos: com eles compartilham confidências, experiências, risos e inclusive férias. 

- Aprendem valores: ainda que se vejam de forma esporádica, as crianças aprendem a perdoar, a compartilhar, a escutar, a ser bondosas. 

- Relação para toda a vida: se os pais se esforçam em criar um vínculo entre primos, eles terão uma conexão para toda a vida, da mesma forma que com os irmãos. 

- Fazem parte das lembranças: a infância é uma época que recordamos com nostalgia e aqueles que viveram com a gente deixam suas marcas em nossos corações para sempre. 

Como estimular o vínculo entre primos

- Promover os encontros: os pais devem facilitar com que os primos possam se ver habitualmente e, se possível, muito além das datas festivas e celebrações. 

- Falar sobre eles: se não for possível realizar muitos encontros, os pais podem deixar vivas na memória lembranças do primo na mente da criança, contando-lhe coisas que tenham passado, por exemplo, como ele vai à escola, se realizou alguma excursão, quando caiu o seu primeiro dente. 

- Manter o contato: incentivar que possam se falar por telefone, chat ou computador. A distância não é obstáculo para que os primos continuem em contato e tenham boas conversas. 

- Propor encontros: ir ao cinema ou ao parque, e se morem distantes, pode-se instaurar um costume familiar de se reunirem pelo menos uma vez ao ano. Pode ser um final de semana em que todos saiam da sua casa para compartilhar uma divertida aventura. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

O papel dos tios na família

O papel dos tios na família

Os tios na família têm um papel muito importante, mas parece que estão esquecidos. Dá a sensação de que não são tão relevantes como outros da família como os avós, mas a realidade é que os tios podem amar e sacrificar tanto pelos seus sobrinhos como os avós.

A rica experiência dos avós

A rica experiência dos avós

Os avós podem contribuir tanto aos netos que nenhuma criança deveria perder a experiência e a sabedoria que parte dos nossos idosos. Os primeiros anos da vida de uma criança são básicos. Eles são como esponjas e absorvem tudo o que acontece ao seu redor.

Como tratar dos sobrinhos sem interferir na sua educação nem deixá-los malcriados

Como tratar dos sobrinhos sem interferir na sua educação nem deixá-los malcriados

Em geral todos nós já tivemos um tio ou uma tia genial que tem um lugar de destaque na nossa recordação, mas será que somos esse tio ou essa tia para os nossos sobrinhos? Temos conquistado a sua confiança, seu carinho e o seu coração?

Coisas que acontecem quando os seus filhos crescem junto aos primos

Coisas que acontecem quando os seus filhos crescem junto aos primos

Sempre a gente ouve falar da relação entre irmãos ou com amigos, mas nos esquecemos muitas vezes do valor que tem os primos no aprendizado e desenvolvimento dos nossos filhos. Quando uma criança cresce junto aos seus primos, ela estabelece uma amizade muito especial e profunda com eles.

As crianças que crescem com seus avós são mais felizes

As crianças que crescem com seus avós são mais felizes

Crescer junto aos seus avós aporta segurança e felicidade às crianças. Pode parecer uma reflexão muito óbvia, no entanto, um grupo de especialistas da Universidade de Oxford e do Instituto de Educação de Londres confirmou com um estudo para dar credibilidade a essa crença.

0 comentarios