A incompatibilidade do grupo sanguíneo na gravidez

Quando a mamãe e o bebê tem Rh diferentes

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A incompatibilidade de Rh entre a mamãe e o bebê se dá quando a grávida tem fator Rh negativo e o bebê tem positivo, porque assim herdou do pai no momento da concepção. Nesses casos, o sangue de ambos em contato e o corpo da mãe podem gerar anticorpos contra o Rh do bebê. 

Ou seja, o sistema da mamãe gera anticorpos que atacam as células sanguíneas fetais, destroem seus glóbulos vermelhos e provocam anemia no feto. 

O que fazer se o sangue do bebê e a mãe têm Rh diferentes 

O contato entre o sangue do bebê e a mamãe pode acontecer no decorrer da gravidez, quando o bebê se expõe ao sangue da mãe devido algum tipo de hemorragia, ou durante o parto. 

Essa incompatibilidade não tem nenhum sintoma e somente uma análise clínica realizada durante a gestação poderá dar essa informação ao médico. O tratamento pode se realizar através de uma vacina para a mãe, administrada por volta da 28ª semana de gravidez. Trata-se de uma vacina chamada imunoglobulina anti-Rh, que impede que a mãe gere anticorpos contra o recém-nascido. Além disso, durante o momento do parto, o pessoal médico avaliará uma possível complicação com o bebê. 

Os médicos recomendam realizar uma visita pré-natal para que a futura mamãe conheça seu tipo de sangue antes da gestação. Assim, o ginecologista poderá avaliar o tratamento mais adequado e fazer um acompanhamento mais minucioso. 

Caso a mamãe estiver grávida do seu segundo bebê, os cuidados deverão ser redobrados porque a sensibilidade aumenta a cada gestação. Os anticorpos da mãe podem atravessar a placenta e atacar o sangue do bebê. Se for Rh positivo o bebê tem maior risco de nascer com anemia, ou em casos mais graves que se produza a morte intrauterina por anemia. 

Se o ginecologista observar que o bebê sofre de anemia, e considerar que precisa de um tratamento, poderá induzir o parto se este se encontra nas últimas semanas ou se for requerido, realizar uma transfusão de sangue através do cordão umbilical