Toxoplasmose na gravidez

Quando a toxoplasmose afeta à mulher grávida pode por em perigo a saúde do bebê

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando a toxoplasmose afeta a grávida, é um perigo para o bebê. A toxoplasmose é uma infecção parasitária generalizada muito comum, causada por um parasita chamado Toxoplasma gondii.

Representa perigo somente quando se adquire durante a gravidez ou em pessoas imunodeprimidas, afetadas por doenças que diminuem suas defesas contra as infecções.

Como se transmite a toxoplasmose na gravidez

Causas da toxoplasmose na gravidez

Mais de 80 a 90 por cento das infecções primárias são sintomáticas. O período de incubação para os sintomas é aproximadamente de uma a duas semanas. Em geral, os sintomas da toxoplasmose são parecidos aos da gripe ou os da mononucleose infecciosa, caracterizada por fadiga, dores musculares, febre e glândulas inchadas.

A infecção pode ocorrer somente uma vez na vida, deixando a pessoa imune pelo resto de sua vida. No entanto, o parasita permanece dentro do corpo por tempo indefinido, ainda que inativo e sem produzir danos.

A infecção toxoplasmática pode produzir-se depois de comer carne crua ou mal passada que contenha o parasita, ou pela exposição às fezes do gato, ou ainda a terra contaminada. Também pode ser transmitida pelo leite cru de cabra e através de insetos tais como moscas e baratas, que possam ter tido contato com material contaminado como é o caso dos excrementos de gato.

Os gatos podem contrair a infecção ao comer algum roedor ou uma ave infectada. O parasita se reproduz no intestino do gato e uma etapa do parasita acaba na caixa, areia ou terra onde o gato deposita suas fezes. Essa etapa torna-se infecciosa em 24 horas e é resistente à maioria dos desinfetantes.

O parasita é capaz de viver na terra durante mais de um ano, sob certas condições de temperatura e humidade. Os gatos contaminados apresentam uma aparência sadia.