Cuidados especiais para uma gravidez na adolescência

Ficar grávida na adolescência e seus cuidados

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Supostamente, a faixa ideal para ficar grávida é entre os 20 e os 30 anos. Esse limite dos 30 anos é ampliável cada vez mais pela situação sócio-enocômica da mulher atual. Por isso não é de se estranhar ver mães tendo o primeiro filho após os 40 anos. Mais raro acontece, pelo menos em algumas partes do mundo, ver uma futura mamãe adolescente. Mas a gravidez na adolescência não nos preocupa pela raridade, e sim pelos riscos e cuidados especiais que implica.  

Os riscos de uma gravidez adolescente

cuidados-especiais-gravidez-adolescência A 

Ainda que em algumas sociedades fosse comum ser mãe numa idade muito nova, o certo é que uma gravidez adolescente geralmente é considerada de alto risco. É que o corpo da adolescente não está ainda completamente formado para suportar, sem complicações, o desenvolvimento de um bebê durante nove meses.  

Tanto a pélvis como o canal do parto estão imaturos durante a adolescência, por isso uma gravidez muito precoce pode provocar complicações na hora do parto, mas também no desenvolvimento do bebê. É muito frequente que os bebês de mães adolescentes nasçam com baixo peso e risco de dificuldade respiratória também muito alta. Além disso, observa-se um maior número de casos de pré-eclampsia, sangramentos vaginais, partos prematuros, e cesáreas de urgência em gravidezes de adolescentes. 

Tão pouco se pode esquecer que o estilo de vida de uma adolescente não está preparado para enfrentar uma maternidade. A adolescência é uma época em que são frequentes os transtornos alimentares e os excessos, além do que é o momento que muitas jovens começam a fumar. Certos hábitos, que podem ser considerados como próprios da idade, não estão isentos de riscos para a saúde e implicam em perigos para o desenvolvimento do bebê. 

Os cuidados de uma gravidez na adolescência 

Não vamos tratar sobre a conveniência ou não de ser mãe adolescente, de assumir de repente responsabilidades que ainda não estão preparadas, nem tão pouco queremos deixar de lado o que a gravidez de uma adolescente requer cuidados especiais para reduzir riscos para o bebê e para a futura mamãe. O passo principal que se deve dar é confrontar os temores do conflito familiar que possa ocasionar na adolescente e na primeira visita pré-natal o quanto antes. 

A alimentação e o estilo de vida serão fundamentais na hora de garantir o bom desenvolvimento de uma gravidez na adolescência. Por isso é necessária uma alimentação saudável e equilibrada e evitar maus hábitos como o sedentarismo, o álcool e o fumo. Em todo o momento, a gravidez adolescente deve ser supervisionada por especialistas que comprovem o bem estar tanto da mãe como do bebê. E na maioria das vezes, será necessário um tratamento psicológico para ajudar a adolescente enfrentar a maternidade.