Uma em cada dez crianças sofre de transtornos mentais

Diagnosticar precocemente e tratar os transtornos mentais infantis é muito importante para livrar os pequenos de grandes perigos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Identificar e tratar os transtornos mentais das crianças não é tão fácil para os pais e educadores. No entanto, os especialistas alertam que se não são diagnosticados precocemente e tratados, podem expor e levar os pequenos a grandes perigos.

Transtornos mentais na infância

As dificuldades de atenção, a ansiedade e a depressão são os transtornos que mais afetam as crianças e adolescentes hoje em dia. Dez por cento dos pequenos sofre algum tipo de transtorno mental segundo especialistas que estiveram no Congresso de Psiquiatria em Pamplona, Espanha, organizado pela Associação Espanhola de Psiquiatria a Criança e do Adolescente. Eles concordam que é importante tratar o problema o quanto antes para evitar males piores como o suicídio.

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade é o problema mais comum entre os pequenos, principalmente pelo impacto em diversas áreas. Uma criança hiperativa, irritável e com déficit de atenção pode apresentar fracasso escolar se não for bem acompanhada.

O segundo transtorno mais comum nas crianças é a ansiedade. Crianças com preocupações constantes, sem tempo para brincar ou sob muita pressão, podem acabar tendo depressão. Os especialistas alertam que sofrer de transtornos depressivos em idades muito pequenas pode levar a criança ao suicídio. Por isso é tão importante identificar as causas, tratar e acompanhar essas crianças. Não se pode esquecer que a depressão é a terceira causa de morte entre menores de 19 anos. 

Vilma Medina

Editora de GuiaInfantil.com