O impacto do aleitamento materno sobre o cérebro do bebê

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Já sabíamos que o aleitamento materno é o melhor alimento que a mamãe pode oferecer ao seu bebê, mas, além disso, melhora o desenvolvimento do cérebro nos bebês. Como é possível sabê-lo? Pesquisadores da Universidade de Brown realizaram um estudo utilizando máquinas de ressonância magnética para observar o crescimento do cérebro em crianças menores de 4 anos. 

Os resultados evidenciaram que os bebês alimentados com leite materno tiveram um melhor desenvolvimento do cérebro que aqueles que utilizaram uma combinação do leite materno e artificial.

O crescimento do cérebro do bebê lactente

o-impacto-do-aleitamento-cérebro-bebê A 

Através de imagens cedidas pela Universidade Brown se vê como o conteúdo de mielina, a substância gordurosa que isola as fibras nervosas e determina a velocidade em que se produzem os sinais elétricos ao redor do cérebro, aumenta em bebês alimentados com leite materno. Já tinham sido realizados estudos similares, mas é a primeira vez que se aprecia o resultado através de imagens.

Para isso, o Dr. Sean Leoni, autor do estudo, e os seus colegas, utilizaram máquinas de ressonância magnética em 133 crianças entre 10 meses e 4 anos, enquanto elas dormiam. Dividiram-se os bebês em três grupos: os amamentados exclusivamente com leite materno, os que foram alimentados com leite materno e leite artificial, e por último, os que somente tomavam leite de fórmula.

O estudo mostrou que o grupo de amamentação exclusiva no peito da mãe teve o crescimento mais rápido na substância branca mielinizada. O grupo alimentado com aleitamento misto tinha um maior crescimento que o grupo exclusivamente alimentado com leite de fórmula, mas menos do que o do leite materno.

Além disso, foram analisados os efeitos da duração do leite materno. Chegaram à conclusão que os bebês amamentados durante mais de um ano tinham um crescimento do cérebro maior, sobretudo nas áreas cerebrais que se ocupam da função motora.

Já sabíamos de outras vantagens do aleitamento materno nos bebês, mas essas pesquisas comprovam sem sombra de dúvidas.

Fonte: Brown University

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com