O gosto pela comida começa na gravidez

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Você sabia que o estímulo dos sentidos dos bebês é algo que começa já no útero materno? Os bebês podem provar distintos sabores da comida que suas mães ingerem antes de nascer através do líquido amniótico, de acordo com um estudo feito nos EUA. Dessa maneira, os gostos culinários da mamãe gestante são compartilhados pelo seu bebê em desenvolvimento dentro do útero. 

A primeira degustação, no útero

gosto-pela-comida-começa-na-gravidez A 

Um estudo elaborado no Monell Chemical Senses Center da Filadélfia (EUA), o primeiro centro do mundo a estudar a ciência dos sentidos de maneira interdisciplinar, foi apresentado em um congresso organizado em Barcelona pela Sociedade Espanhola de Ciências Sensoriais (SECS). O estudo mostra que os sabores da comida que a mãe ingere podem ser transmitidos aos seus bebês, e isso explicaria porque os bebês asiáticos apreciam sabores que os bebês ocidentais detestam. Portanto, acredita-se que uma mãe pode acostumar seu filho a diferentes sabores desde a gravidez, dependendo do que ela coma. 

Ainda que o gosto vá se modificando ao longo da vida, a primeira influência de distintos sabores se dá no útero materno. Após o nascimento, esses sabores continuam enchendo as papilas gustativas dos bebês através do leite materno, que também se impregna do sabor da comida ingerida pela mãe. 

Para aproveitar esta qualidade e esta capacidade de apreciar o sabor desde a própria formação do ser humano, os pesquisadores acreditam que poderíamos utilizá-la para combater a obesidade, a doença do século XXI, que ameaça colocar em risco nossa saúde cardiovascular e se associar a outras doenças como o diabetes. Portanto, acostumar aos bebês antes do nascimento ao sabor das frutas e verduras, poderia ser uma forma simples de mudar os gostos culinários e os hábitos de alimentação das futuras gerações. 

Marisol Nuevo