O estímulo auditivo nos bebês

Estimular a audição do seu bebê o ajuda a falar antes

Vilma Medina

Vilma Medina

Estimular a audição do seu bebê tem numerosos benefícios, entre eles, o ajuda a falar antes. Fale com ele, presenteie-o com objetos com sons e repita o que ele tenta falar. Aprenda a utilizar o recurso da sua voz para chamar sua atenção com diferentes vozes, tons, canções e risos. Desde o nascimento, a voz da mãe o acalma e o tranquiliza, assim como a batida do coração, porque está acostumado à sua musicalidade familiar, já que diversos estudos revelam que o bebê pode escutar desde o útero materno.

Como funciona a audição nos bebês

Como estimular o ouvido do bebê

No princípio são as vozes humanas os sons que mais atraem a atenção do bebê e é importante saber usar esse recurso para chamar sua atenção com distintas vozes, tons, canções e risos.

A audição, diferentemente da visão, é um sentido que recebe informação sem que façamos nada, porque permanece “conectado” e não é preciso dirigi-lo de forma consciente. 

Durante o primeiro mês de vida é aconselhável dirigir-se ao bebê sempre de frente. O estímulo auditivo está estreitamente relacionado com a aquisição precoce da linguagem e da comunicação. Um estímulo auditivo adequado vai determinar que a criança possa reconhecer os sons do ambiente e responder a eles. 

Estimule a audição do bebê 

O estímulo auditivo consiste basicamente em falar ao bebê, apresentar a ele sons diferentes e descrevê-los do que se tratam. É importante categorizar os sons para que a criança vá diferenciando cada um deles e associá-los a um objeto, uma pessoa ou uma circunstância. 

Duas regras básicas para estimular a audição do seu bebê são: uma pronúncia exagerada e a criação de um diálogo à base de perguntas repetitivas. O estímulo auditivo deve estar unido a movimentos do corpo, à utilização da boca e da língua. É importante que olhe para você para começar a repetir os sons: primeiro serão gritinhos, logo os balbucios e por último as palavras. Quando a criança emite um som, deve-se sempre repetir o que disseram para ir estabelecendo pequenos diálogos muito enriquecedores para fortalecer o vínculo entre pais e filhos

Brincadeiras e atividades para o estímulo auditivo do bebê

É muito importante incentivar e reforçar suas emissões mediante a brincadeira vocal. Para isso é recomendável aproveitar ocasiões como o banho, as trocas de fralda, ou qualquer outro momento em que a criança esteja tranquila e cômoda, para brincar falando e cantando com ela. Para isso é importante realizar jogos e atividades que incluam: 

- Fazer barulho com sinos e chocalhos. Se o bebê escutar bem, ele dirigirá a cabeça em direção ao som emitido e quando ele vir o objeto que faz o ruído, repita o som novamente. 

- Repetições. Possibilitam que o bebê vá reconhecendo os sons e vire de costas quando escutar os estímulos sonoros. 

- Acompanhamentos. O som pode ir unido a outros estímulos sensoriais como a visão. Isso ajuda que ao escutar um som possa reconhecer sua procedência. 

Como um bebê deve reagir aos estímulos sonoros 

- Recém-nascidos. Diante de um barulho brusco, seguramente despertará. Se o bebê gosta do som, agitará seus braços e emitirá algum balbucio como resposta. O estímulo sonoro preferido nesses primeiros momentos é a voz materna, que não somente o estimulam como também o tranquilizam.

- Quatro meses. Buscará a procedência do som com o olhar para ver o que produz o som. No princípio, a busca é muito rudimentar, mas depois será cada vez mais segura. 

- Cinco a seis meses de vida. Começa a imitar com vocalizações os sons dos adultos. 

- Segundo semestre. Busca lateralmente e para baixo o objeto ou a pessoa que emitiu o som. Por volta dos 12 meses, para cima. 

- Um ano e meio. É capaz de encontrar a fonte sonora em qualquer direção: acima, abaixo e nas suas costas. 

- Vinte e quatro meses. Localiza os sons em todos os ângulos. 

Marisol Nuevo. Redatora

Bebê ou criança surda

Bebê ou criança surda

Como detectar se a criança ou bebê é surdo. Nos primeiros meses de vida, o bebê ainda não é capaz de fazer uma relação entre as emoções que experimenta e o que podem significar. O bebê depende totalmente de sua mamãe para sentir-se compreendido e atendido nas suas necesidades básicas. Quando ele está incomodado ou vive alguma tensão, é sua mãe que identifica a origem do mal estar e lhe oferece alívio necessário para que seu equilíbrio seja recuperado.

A percepção dos sentidos nos bebês

A percepção dos sentidos nos bebês

Os sentidos nos primeiros anos do bebê. Os adultos e as crianças percebem diferentemente o mundo que lhes rodeiam, e os pais muitas vezes não se dão conta de como as crianças percebem.

Quero que meu filho me escute e me ouça

Quero que meu filho me escute e me ouça

Surdez nas crianças. São tantas as dúvidas, os medos, e as indefinições que rodeiam a surdez infantil que acredito que somente quem é pai ou mãe de uma criança surda pode entender o que digo.

Como saber se o bebê ouve bem

Como saber se o bebê ouve bem

O estímulo auditivo pode começar ainda quando o bebê está no ventre da sua mamãe. Será muito importante para o desenvolvimento da sua linguagem e comunicação.

0 comentarios