Mamãe, hoje o conto sou eu que vou ler!

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando as crianças tomam a iniciativa em respeito à leitura, os pais ficam conscientes que o trabalho realizado para aproximá-los aos livros teve a sua recompensa. Assim, durante várias noites, eu desfruto das fábulas que antes eu lia e agora posso escutá-las através da voz do meu filho. 

Agora desfruto dos seus comentários, das suas perguntas, das suas entonações misteriosas, do seu interesse em saber, inclusive se estou escutando ou estou adormecida. Agora invertemos os papeis e estamos de lados opostos descobrindo outras perspectivas da leitura e a atividade adquiriu novas cores, encarregando-se de novidades espontâneas.

O desejo das crianças pela leitura

mamãe-hoje-o-conto-sou-eu-que-vou-ler A

Para gerar desejo dos nossos filhos pela leitura em meio a tanta tecnologia é o melhor que podemos fazer por eles. A leitura é prazerosa para todos, mas não a fazemos por falta de tempo. Pelo menos, isso é o que revelou um recente estudo sobre os hábitos de leitores espanhóis. Os leitores de Madrid são os que mais lêem e, precisamente, o fazem no transporte público durante os deslocamentos diários ao trabalho, em que a maioria dos usuários investe uma média de 45 minutos por trajeto.

O trem, o metrô, o ônibus, agora são os cenários preferidos pelos leitores, que substituíram a cadeira de casa e a biblioteca pelo transporte público como lugares preferidos de leitura. Deste modo, eles lêem 2,3% a mais do que o resto dos espanhóis e a minha esperança é que as crianças herdem esse desejo, animadas pelo exemplo dos seus pais. 

O brasileiro lê somente de três a quatro livros por ano. Uma média baixíssima.

Recomendar com o exemplo é um dos melhores recursos educativos para influenciar positivamente as crianças. Mediante a imitação, as crianças podem despertar o seu interesse pela leitura porque um leitor não nasce, se faz. É um erro esperar que todas as crianças que saibam ler para ter contato com os livros. Familiarizar os livros com elas desde quando são bebê implica em inúmeros benefícios como converter as idéias em palavras para enriquecer o seu vocabulário, incentivar a imaginação para navegar entre a fantasia e a realidade, mergulhar no mundo emocional dos personagens para aumentar a sua empatia e aprender a se relacionar melhor socialmente. 

Hoje em dia, o interesse das crianças pela leitura tem experimentado um crescimento surpreendente, que as editoras têm sabido aproveitar melhorando a variedade de temas por idades e a qualidade das ilustrações, para fazer do livro infantil um recurso irresistível de educação e entretenimento em partes iguais. 

Marisol Nuevo

Redatora de Guiainfantil.com