A paciência dos avós com seus netos

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

'O amor perfeito, às vezes, não vem até o primeiro neto’. Este provérbio galês resume com perfeição o que os avós sentem com seus netos. Essa paixão desmedida, esses olhos maravilhados, essa paciência infinita... Os avós parecem rejuvenescer. Logo se sentem úteis. E finalmente dispõem de tempo, esse tempo tão escasso para os pais, esse mesmo tempo que eles não tiveram quando educaram os seus filhos.    

Na internet a gente encontra diversos vídeos de avôs e seus netos traquinos, que não param de molestar. Mas, mesmo assim, os vovôs e vovós não perdem a paciência e parecem se divertir com tanta energia.  

5 coisas que os avós aportam aos netos

a-paciência-dos-avós-com-seus-netos A 

Os avós brincam com seus netos. Se for necessário, eles se jogam ao chão. Perdem o senso do ridículo. Cantam, dançam e fazem vozes diferentes. Fazem teatro, desenham, ensinam os netos a ler. Os avós têm um privilégio: esse precioso tempo que os pais sentem saudade. Assim, eles não se importam em dar tranquilos e longos passeios com seus netos. Falar do passado, contar anedotas, fazer trabalhos manuais... Os avós contribuem com tudo isso e muito mais aos seus netos: 

1. Experiência: nada melhor do que um avô para aprender história. Suas vivências contribuirão muito mais do que tudo o que as crianças possam ler em um livro.

2. Tempo: sem pressas, sem horários. Os avós, finalmente podem dedicar aos netos esse tempo tão valioso que a maioria dos pais não tem. 

3. Valores: Os avós são transmissores de valores, porque ao longo da sua vida, eles foram aprendendo com eles. A tolerância, o respeito, a sinceridade... 

4. Os avós são excelentes contadores de contos: ninguém sabe contar contos como eles e transmitir mensagens com moral da história. 

5. Vínculo afetivo: Existe uma cumplicidade especial entre os avós e os netos. Ninguém os faz rir como eles. Talvez porque se sintam identificados. Os avós têm muita empatia com as crianças, e vice-versa. 

Os netos, por outro lado, pagam os seus avós com o melhor que têm: seu amor incondicional. Esse sorriso que desarma, esses olhinhos tristes para evitar repreensões. Basta um sorriso, um beijo furtivo ou um abraço. E os netinhos terão ganho o coraçãozinho dos seus avós para sempre. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com