Crianças cuidadas pelos avós sofrem menos acidentes

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Nem sempre os pais educam e os avós ‘estragam’, como diz um ditado popular. Os avós são, em muitos casos, o cuidado mais seguro que uma criança pode ter quando seus pais trabalham fora de casa. Ter avós representa um seguro contra os acidentes com os netos

Poder conciliar trabalho e família é um privilégio para poucos. Na maioria das vezes, crianças que não têm avós com capacidade para cuidá-las acabam sendo levadas para as creches ou com alguma babá que caia bem nos critérios e bolso dos pais. Um estudo realizado recentemente por pesquisadores da Escola de Saúde Pública John Hopkins Bloomberg, conclui que o cuidado dos avós com seus netos pode reduzir pela metade o risco de acidentes com os pequeninos da casa. 

Mais avós, menos acidentes

crianças-cuidadas-avós-sofrem-menos-acidentes A 

O estudo é um dos primeiros que analisam a relação entre o cuidado que os avós prestam e os índices de lesões na infância. O estudo foi realizado levando em conta o recente crescimento no número de avós que cuidam dos seus netos. Comparando o cuidado que os avós têm com o que possa dar uma mãe ou outro parente se notou que o cuidado dos avós oferece um risco inferior de danos para as crianças. O estudo investigou dados obtidos das mães em suas visitas aos serviços de urgências pediátricas. 

Além do cuidado das crianças, também se observou no estudo que os índices de acidentes foram significativamente maiores em crianças de famílias monoparentais. Paralelamente a este dado, os índices de acidentes também foram mais altos em crianças que viviam em lares em que o pai não residia independentemente do nível econômico das famílias. A atenção e o carinho dos avós são indiscutíveis. Outra coisa é que todos os avós que se prestam a este trabalho mereceriam todo o respeito e toda a consideração que lhes possam dar, sem, é claro abusar dos seus favores.   

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com